Destaque Novidades

Mercedes-Benz Classe C 2022: agora só com motores quatro cilindros

Com desenho inspirado no Classe S e muito mais tecnologia que antes, Mercedes-Benz Classe C se despede dos motores em V
Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]
Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]

Como todo recomeço, algumas coisas importantes ficam para trás. E foi o que aconteceu com o Mercedes-Benz Classe C 2022. Totalmente renovado, o modelo será equipado agora somente com motores quatro cilindros, incluindo versões AMG. Ou seja, adeus aos borbulhantes V8 e até aos V6 combinados ao Classe C.

Mas nem tudo é uma triste despedida: o sedã mais vendido da marca alemã ganhou muita tecnologia, está mais refinado do que nunca e traz novos atrativos. Em relação ao antigo Classe C, o novo modelo está 6,35 cm mais longo, 1 cm mais largo e 1 cm mais baixo.

Assim, na fita métrica, o Mercedes agora mede 4,68 m de comprimento, 1,86 m de largura e 1,74 cm de altura. Com isso, a marca garante mais espaço na segunda fileira de bancos, uma reclamação comum no modelo antigo. Já o porta-malas carrega 480 litros, exatamente como na geração anterior.

Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]
Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]

Um só coração

Ao menos nesse primeiro momento, o Mercedes-Benz Classe C será vendido somente com uma opção de motor na Europa. Trata-se do 2.0 quatro cilindros turbo já usado pelo Classe E. Aqui ele entrega 255 cv e 40,8 kgfm de torque. Ele ainda conta com sistema EQ Boost micro-híbrido que adiciona 20 cv e 20,5 kgfm de torque extras.

Já a transmissão é totalmente nova: a caixa automática 9G-Tronic tem nove marchas e é 30% mais leve que a anterior. Com esse conjunto, o C 300 chega aos 100 km/h em 5,9 segundos e tem velocidade máxima limitada a 210 km/h.

Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]
Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]
Enquanto outros motores não são anunciados pela Mercedes-Benz – e nem qual conjunto será usado no Brasil – a única escolha recai sobre o tipo de tração: traseira ou integral 4MATIC.

Classe Szinho

Como já tem se tornado hábito da Mercedes, o novo Classe C bebe da mesma fonte que o Classe S em termos de design. A ponto de um parecer a versão menor do outro, ainda que o novo modelo tenha personalidade. Faróis pequenos e arredondados ajudam a dar um ar agressivo à dianteira junto da grade trapezoidal.

Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]
Mercedes-Benz Classe C 2022 [divulgação]
Na traseira, lanternas invadem a tampa do porta-malas e trazem uma parte branca bem ao centro, se diferenciando do layout de outros Mercedes. As linhas da carroceria ficaram mais suaves nessa geração, com linha de cintura pouco aparente e poucos vincos na dianteira e traseira.

Por dentro, no entanto, uma verdadeira revolução. O novo Classe C traz uma grande tela de 11,9 polegadas bem ao centro do console. Ela é retangular e orientada verticalmente, concentrando a central multimídia e os comandos do ar-condicionado em um só lugar. O painel de instrumentos digital cresceu e tem 12,3 polegadas.

[divulgação]
[divulgação]
O sedã conta com sistema MBUX de comandos de voz melhorado e uma câmera na dianteira que mostra imagens na central com indicações de qual rua virar, usando realidade aumentada. Há ainda iluminação interna com LEDs nas saídas de ar, parte inferior do painel e portas. Volante novo foi herdado do Classe E reestilizado.

>>Mercedes-Benz GLS chega ao Brasil em versão única por R$ 917.900

>>GLA 2021 chega em versão única por R$ 325.900

>>Mercedes-Benz EQA entra no segmento de SUVs compactos elétricos

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva