Destaque Novidades

Great Wall compra fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis

Sem produzir desde o final do ano passado, fábrica da Mercedes-Benz que foi inaugurada em 2016 foi vendida para a Great Wall com todo maquinário
Great Wall
Mercedes-Benz, Iracemápolis [divulgação]

Depois de rumores desde o mês passado, a Daimler confirmou que a fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis (SP) foi vendida para a Great Wall. Os valores da negociação não foram revelados, mas a venda do complexo industrial da Mercedes já era cogitada, depois de ser usada para a fabricação de Classe C e GLA. Sem produzir há nove meses, a fábrica foi inaugurada em 2016, depois de um investimento de R$ 600 milhões.

As baixas vendas no mercado brasileiro e as dificuldades impostas pela pandemia fizeram a marca optar pelo encerramento da produção. Com isso, as novas gerações de Classe C e GLA serão importadas. O prédio possui uma área de 1,2 milhão de metros quadrados e possuía capacidade de 20 mil unidades ao ano com a Mercedes. A venda foi realizada com os prédios para a produção e também com todo o maquinário incluído.

Segundo a Great Wall Motors, a fábrica pode ser expandida para uma capacidade de 100 mil unidades ao ano. A única parte da fábrica que não foi vendida para os chineses foi a pista de testes e o campo de provas que estão em construção com parceria com a Bosch, em Iracemápolis.Great Wall

Fábrica de Iracemápolis [divulgação]“Com a transformação da Companhia e o realinhamento da capacidade produtiva da nossa rede global de produção, estamos aumentando de forma sustentável a nossa eficiência produtiva. Com a Great Wall Motors, encontramos um comprador que dará à fábrica de Iracemápolis e região uma nova perspectiva para o futuro”, destacou Jörg Burzer, Membro do Conselho de Administração da Mercedes-Benz AG e responsável pela Gestão da Cadeia de Produção e Abastecimento.

Apesar da venda, a Mercedes reafirmou que as fábricas de caminhões e peças no país seguem na ativa, assim como as 50 concessionárias da rede de automóveis, que voltam a ser 100% importados. Já a Great Wall não confirmou quando deve começar a produzir no Brasil e muito menos quais modelos serão produzidos na unidade. Recentemente, a marca confirmou que seu plano estratégico vai ser definido até o final do ano.

Great Wall
Haval Jolion [divulgação]

Jeep encarece novamente o Compass e SUV parte de R$ 147 mil

Nova geração do Mercedes-Benz SL é flagrada em sessão de imagens

Clássico do Need for Speed, Acura Integra deve receber nova geração

Sobre o autor

Redação

Um comentário

Clique aqui para comentar