Destaque Novidades

Mitsubishi Eclipse Cross muda visual polêmico e ganha versão híbrida

Primeira reestilização do Mitsubishi Eclipse Cross traz pesadas alterações visuais para conter críticas ao seu design polêmico
Mitsubishi Eclipse Cross [divulgação]
Mitsubishi Eclipse Cross [divulgação]

Produzido no Brasil há pouco tempo, o Mitsubishi Eclipse Cross passa por sua primeira alteração visual. As novidades chegam primeiro ao Japão, Austrália e Nova Zelândia para ganhar o mundo somente em 2021. Além dos retoques de estilo, o SUV médio traz uma inédita versão híbrida plug-in para brigar com o Jeep Compass 4Xe.

Fora a polêmica quanto ao uso do nome de um cupê esportivo em um SUV, o Eclipse Cross causou um verdadeiro alvoroço em seu lançamento por conta do visual nada ortodoxo. Agora, a Mitsubishi promoveu mudanças intensas no design do SUV rival do Jeep Compass, dando a ele um aspecto mais esportivo e moderno.

[divulgação]
[divulgação]
A dianteira adotou de vez o layout de faróis divididos, com a parte superior formada por um fino filete de LEDs de iluminação diurna, enquanto a parte inferior traz dois blocos de LED com visual agressivo. A grade frontal é mais esportiva, com parte interna em preto brilhante e dois C cromados nas bordas.

O excesso de linhas na traseira foi suavizado junto da eliminação da segunda janela traseira, dando ao Eclipse Cross linhas mais harmoniosas e esportivas. As lanternas ficaram menores e agora tem formato de L com boa parte invadindo a tampa do porta-malas. Já o nome Eclipse Cross passa a ficar estampado no meio da tampa traseira.

Junto das mudanças visuais a marca japonesa apresentou uma nova versão híbrida plug-in para o SUV médio. A marca não revelou detalhes sobre a nova versão, antecipando apenas em dizer que ele usará motor 2.4 quatro cilindros aspirado ligado a um par de motores elétricos – layout semelhante ao Outlander PHEV.

A versão é evidenciada pelo visual mais esportivo com parte inferior do para-choque pintada na cor da carroceria contrastando com detalhes em preto brilhante. É um estilo que faz lembrar bastante a versão Sport vendida no Brasil. Por dentro o modelo híbrido traz painel de instrumentos diferenciado e nova manopla de câmbio.

A Mitsubishi não revelou detalhes sobre mudanças mecânicas e nem quando o modelo reestilizado começará a ser vendido no Brasil. Por enquanto o SUV médio segue por aqui com motor turbo 1.5 de 165 cv atrelado a um câmbio CVT e opção de tração integral em algumas versões. Os preços vão de R$ 136.990 a R$ 168.990.

>>Dez carros esquecidos pelos brasileiros, mas que ainda são bons

>>Mitsubishi Eclipse Cross ganha duas séries especiais

>>Mitsubishi L200 Triton Sport 2021: novo visual e câmbio melhorado

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar