Destaque Novidades

Por pouco, Mitsubishi Lancer não se tornou um sedã da Dodge

Coisas estranhas aconteciam no grupo Chrysler antes da entrada da Fiat, incluindo uma versão Dodge do Mitsubishi Lancer
Dodge Caliber (Mitsubishi Lancer) [Reddit]
Dodge Caliber (Mitsubishi Lancer) [Reddit]

É fato que muitas marcas precisam entrar em parcerias para sobreviver. Vez ou outra, isso até rende uma troca de modelos entre elas, mudando apenas o logotipo. Mas nada mais estranho quanto o que acontecia com o grupo Chrysler antes de ser comprado pela Fiat. Como é o caso desse estranho Dodge Mitsubishi Lancer que quase aconteceu.

As fotos que ilustram esse post foram publicadas por @lostboyz no Reddit e são de 12 anos atrás. Mas foi o Carscoops que desvendou toda história. Lá em 2004, Mitsubishi e o grupo Chrysler eram parceiras. Tanto que diversos modelos do lado americano da hoje Stellantis usavam plataformas e motores Mitsubishi.

Isso aconteceu com a primeira geração do Jeep Compass, por exemplo, além de outros modelos como o SUV compacto Dodge Caliber, Chrysler Sebring, Dodge Journey e Fiat Freemont, Jeep Patriot e Dodge Avenger. Contudo, o trabalho entre as duas marcas já havia começado em 2004.

Dodge Caliber (Mitsubishi Lancer) [Reddit]
Dodge Caliber (Mitsubishi Lancer) [Reddit]
Mitsubishi e Dodge trabalhavam em um novo sedã médio que seria o modelo de entrada de ambas no mercado norte-americano. O Dodge teria a missão de substituir o Neon e adotaria o nome Rebel, hoje usado pela única versão da RAM 1500 vendida no Brasil. Já a Mitsubishi planejava a nova geração do Lancer.

O projeto evoluiu, mas os custos ficaram pesados. Por isso, a Dodge decidiu que apenas pegaria o novo Mitsubishi Lancer, trocaria logotipos e faria pequenas modificações visuais para vende-lo como Caliber. E é justamente o que esse protótipo é. Um Lancer com para-choque modificado para se adaptar à identidade visual da marca e novos logotipos na traseira.

Mas como a Dodge já havia percebido que o mercado estava se voltando aos SUVs, mudou a fórmula do modelo e desistiu do segmento de sedãs. Lançou em 2006 o Caliber como um SUV compacto. Se a estratégia deu certo ou não, é difícil de saber. Mas o Caliber como SUV foi um fracasso gigantesco por conta do acabamento terrível e da dirigibilidade sofrível.

Como Lancer rebatizado, havia até projeto para a Dodge aproveitar o Lancer Evolution como Caliber SRT4. O SUV teve versão com a preparação da divisão esportiva do grupo Chysler tomando como base algumas das modificações feitas no Lancer Evo. Afinal, eles compartilhavam plataforma.

>>Citroën C3 2023 tem novos destalhes revelados pela Stellantis

>>VW T-Cross dobrou de preço: veja carros que mais encareceram em 2021

>>Mitsubishi ASX terá nova geração em 2023 baseada no Renault Captur

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar