Destaque Novidades

Nova Chevrolet Montana é o nome oficial da rival de Toro e Maverick

Rumores chegaram a apontar para Cheyenne, mas nova Chevrolet Montana foi oficializado pelo presidente da GM do Brasil
Chevrolet Montana 2022 [@overboostbr]
Chevrolet Montana 2022 [@overboostbr]

O mistério sobre a nova picape da Chevrolet tem sido desvendado aos poucos. A marca já havia confirmado que produzirá um modelo para rivalizar com Fiat Toro e Ford Maverick, de cabine dupla e com plataforma de Tracker / Onix / Onix Plus. Contudo, agora seu nome finalmente foi revelado: nova Chevrolet Montana.

“É super importante para nós esse novo produto, é super importante para a presença da GM no Brasil. Nós estamos muito comprometidos com a nossa presença no Brasil. E eu acho que a nova Chevrolet Montana vai fazer uma enorme diferença no nosso portfólio”, disse o presidente da GM, Carlos Zarlenga ao confirmar o batismo da picape.

Rumores anteriores levantaram uma dúvida: poderia o nome Montana ter sido trocado por Cheyenne? Contudo, o questionamento durou pouco tempo até que Zarlenga confirmou que Montana será mantido. O nome vem sendo usado pela marca em sua menor picape desde 2003.

Chevrolet Montana 2022 [@overboostbr]
Chevrolet Montana 2022 [@overboostbr]

Histórico da Chevrolet Montana

Ela nasceu como uma picape derivada do Corsa C (terceira geração) e permaneceu assim até 2010 com uma pequena reestilização. A segunda geração foi uma regressão. Passou a ser derivada do Agile, o qual usava plataforma do Corsa B (segunda geração), também conhecido como Classic. Saiu de linha neste ano.

Agora para 2022, a nova Chevrolet Montana mudará de categoria. Deixa de puxar briga com Fiat Strada e Volkswagen Saveiro para incomodar a Fiat Toro e brigar com Ford Maverick, que está por vir. Ela terá construção monobloco e ficará posicionada abaixo da S10 em preço e porte. Com isso, a GM abandona de vez o segmento de picapes compactas.

Chevrolet Montana 2022 [@overboostbr]
Chevrolet Montana 2022 [@overboostbr]
Ela terá motor 1.2 Turbo três cilindros do Tracker. Usado somente na versão Premier do SUV, o motor rende 133 cv e 21,4 kgfm de torque. É menos que os 185 cv e 27,5 kgfm providos pelo 1.3 turbo da Fiat Toro. Uma versão diesel pode até surgir, caso a Chevrolet consiga adaptar a plataforma para receber propulsores de quatro cilindros.

>>Outros Ford Maverick que não são a rival da Toro e o cupê brasileiro

>>Outros Ford Maverick que não são a rival da Toro e o cupê brasileiro

>>Fiat já vendeu 300 mil Toro no Brasil e se consagra rainha do segmento

Sobre o autor

João Brigato

18 Comentários

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva