Novidades

Nova geração do Hyundai Elantra estreia visual ousado (e polêmico)

Sedã aposta em vincos e bom consumo na versão híbrida
Hyundai Elantra 2021 (divulgação)

Uma semana depois de mostrar um teaser da lateral do Elantra, a Hyundai revelou por completo a nova geração de seu sedã médio. E pelo que podemos ver, o visual promete tanta polêmica quanto nosso HB20.

Mas vamos ao visual: o novo Hyundai Elantra ostenta uma grade dianteira de gosto duvidoso, com faróis se integrado ao desenho da peça – que tenta ser harmoniosa com o para-choque repleto de recortes. Na lateral, mais vincos bruscos que se encontram, lembrando formas de um origami (arte tradicional japonesa com papel). Já a traseira talvez seja um dos pontos mais bem resolvidos, com lanterna inteiriça que combina com a tampa do porta-malas – essa com caimento de um fastback.

Hyundai Elantra 2021 (divulgação)

Já a cabine traz um ‘ar de Mercedes-Benz’, já que o painel de instrumentos 100% digital de 10,25” e a central multimídia com tela de 10,25 polegadas ficam bem próximos. No geral, o painel traz um desenho horizontal e com poucos botões, com destaque ainda para a sensação de cockpit por conta do console elevado.

Debaixo do capô, o novo Elantra terá uma boa gama de opções: vai de um tradicional 2.0 aspirado de 150 cv com câmbio CVT a até uma versão híbrida formada por um 1.6 combinado ao motor elétrico que, juntos, rendem 141 cv e 27 kgfm de torque. Nesse conjunto, a Hyundai anuncia consumo de 21 km/l pelo padrão de medição dos EUA.

No mais, a nova geração do sedã sul-coreano traz equipamentos como sistema de frenagem automática de emergência, assistente de permanência em faixa, câmera de ré e assistente de farol alto.

Veja mais:

>> Hyundai i30 recebe facelift na Europa

>> Chevrolet Cruze LT chega por R$ 101.190

>> Avaliação: Toyota Corolla Hybrid, primeiro híbrido flex do mundo

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva