Destaque Novidades

Nova geração do Mitsubishi ASX terá motor de Renault Duster

Compartilhando plataforma com modelos Renault e Nissan, nova geração do Mitsubishi ASX terá novos motores, incluindo o do Duster
Mitsubishi ASX 2023 [divulgação]
Mitsubishi ASX 2023 [divulgação]

Na mesma geração desde 2010 e a base de mais plásticas que a Gretchen, o Mitsubishi ASX finamente vai mudar para valer. Com lançamento aguardado para 2023, o SUV compacto ficará menor para abrir espaço para o Eclipse Cross, mas também se modernizará com direito ao mesmo motor do Duster.

A Mitsubishi confirmou que o ASX 2023 de entrada usará motor 1.0 TCe três cilindros turbo. Esse motor é o mesmo que estreará no Brasil à bordo do SUV compacto da Renault que substituirá Sandero, Logan e Stepway para brigar com Fiat Pulse e Volkswagen Nivus. No caso do Mitsubishi ASX, terá 91 cv e somente câmbio manual de seis marchas.

Já aqui no Brasil, esse motor deve render pelo menos 120 cv e terá transmissão CVT como propriedade. Mas não está descartado o uso do câmbio manual para versões de entrada do SUV compacto da Renault. Voltando ao novo Mitsubishi ASX, as versões mais caras serão movidas pelo motor 1.3 TCe do Duster Iconic, Oroch Outsider e também usado no Captur.

Mitsubishi ASX 2023 [divulgação]
Mitsubishi ASX 2023 [divulgação]
No Mitsubishi, esse motor entregará 140 cv na variante manual de seis marchas, enquanto a automática de dupla embreagem com sete marchas rende 158 cv. Aqui no Brasil, esse motor 1.3 TCe é atrelado a um câmbio CVT e entrega saudáveis 170 cv. O motor também é encontrado em modelos da Mercedes com 163 cv e câmbio de dupla embreagem.

Mitsubishi ASX híbrido

Por fim, pela primeira vez na história do Mitsubishi ASX, o SUV compacto terá versão híbrida. O conjunto é o mesmo do Renault Clio, combinando motor 1.6 quatro cilindros aspirado a um elétrico para entregar 145 cv, ou 160 cv na versão plug-in.

Renault Duster Iconic turbo [Auto+ / João Brigato]
Renault Duster Iconic turbo [Auto+ / João Brigato]
Não há confirmações ainda se a Mitsubishi venderá a nova geração do ASX no Brasil. A marca por aqui é representada pelo grupo HPE, ou seja, não pela matriz ao contrário de Renault e Nissan. Isso pode azedar as relações entre as marcas por conta da Aliança – afinal, os motores e plataforma serão todos Renault e Nissan.

>>Renault Duster 2023 ganha Android Auto e Apple CarPlay sem fio

>>Mitsubishi L200 Triton Sport não merece estar onde está | Avaliação

>>Renault Duster turbo: cavalo que anda, bebe (e muito) | Avaliação

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva