Destaque Novidades

Novo VW Tiguan tem sete lugares e parte de R$ 124.900

SUV será vendido com motor 1.4 TSI de 150 cv e 2.0 TSI de 220 cv
VW Tiguan Allspace R-Line (divulgação)

Antecipado na comemoração dos 65 anos da Volkswagen, o novo Tiguan foi lançado oficialmente e desembarca no Brasil em três versões: AllSpace (R$ 124.990), Comfortline (R$ 149.990) e R-Line (R$ 179.990). O SUV vem importado México para concorrer com Jeep Compass, Hyundai Tucson, Peugeot 3008, Chevrolet Equinox e o recém-lançado Honda CR-V.

Primeiro SUV vendido no Brasil feito sobre a versátil plataforma MQB, a segunda geração do Tiguan chega por aqui na configuração Allspace, de entre-eixos longo (2,79 m) também vendida na Europa, onde é comercializada também uma versão com 2,68 m de entre-eixos. Por aqui, o SUV tem 4,70 metros de comprimento (27,4 cm a mais do que a geração anterior), largura de 1,83 m e altura de 1,65 m.

VW Tiguan Allspace R-Line (divulgação)

Por aqui, ele será vendido em versões com cinco e sete lugares (a partir da Comfortline), com porta-malas com capacidade de 685 litros e 710 litros, respectivamente. Se os dois assentos extras estiverem em uso, a capacidade do porta-malas é reduzida para 216 litros. A segunda fileira de bancos pode correr sobre trilhos para trás e para frente para regular o espaço para as pernas, contando ainda com ajuste de inclinação dos encostos.

Visualmente, a segunda geração do SUV se destaca pela dianteira alta e com desenho mais quadrado e faróis com luzes diurnas em leds com grade integrada. Já a lateral é marcada por um vinco que se inicia no para-lama dianteiro e termina nas lanternas.

As rodas podem ser de 17”, 18” ou 19 polegadas, dependendo da versão. Na topo de linha R-Line, há o pacote visual composto por para-choques com spoilers e saída de escapamento integrada no para-choque. Por dentro, há linhas horizontais,  painel digital configurável e multimídia com manual cognitivo (com sistema de inteligência artificial que responde dúvidas do usuário), como no Virtus.

VW Tiguan Allspace R-Line (divulgação)

Como já havíamos adiantado, o novo Tiguan vem equipado com motores 1.4 TSI de 150 cv e 2.0 TSI, essa último exclusivo da versão topo R-Line. O primeiro bebe etanol e gasolina e gera 150 cv e 25,5 kgfm de torque, sempre com caixa automatizada DSG de dupla embreagem de seis marchas — que agora é banhada a óleo, ao contrário da “caixa seca” conhecida pelos ruídos metálicos e alvo de reclamações.

Já o segundo propulsor (o mesmo usado no Golf GTI) gera 220 cv e 35,7 kgfm de torque e vem atrelado ao câmbio DSG de sete velocidades e tração integral 4Motion. O 1.4 TSI leva o Tiguan de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos e máxima de 198 km/h, enquanto o 2.0 TSI cumpre a mesma prova em 6,8 segundos e 223 km/h. Detalhe: a versão R-Line pesa 1.785 kg.

Abaixo, confira os equipamentos de cada uma das versões:

Tiguan Allspace 250 TSI (motor 1.4 turbo, R$ 124.900): cinco lugares, ar-condicionado automático de três zonas, freio de estacionamento elétrico (com função auto-hold, que segura o carro em subidas mesmo que o motorista não pise no freio), sistema start-stop, sensor de chuva, rack de teto e monitor de pressão dos pneus. Há também rodas de 17 polegadas, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, seis airbags, controles de estabilidade e tração, detector de fadiga, faróis de neblina com função, fixação Isofix e central multimídia Discover Media com tela de 8” e GPS. O teto solar panorâmico é opcional para todas as versões.

Tiguan Allspace Comfortline 250 TSI (motor 1.4 turbo, R$ 149.990): tem sete lugares e soma os itens da 250 TSI, mais frisos cromados, faróis e luzes diurnas em leds, rodas de 18 polegadas, bancos de couro com aquecimento (ajuste elétrico e memórias para motorista), iluminação interna, mesas dobráveis para os passageiros da segunda fileira e câmera de ré

Tiguan Allspace R-Line 350 TSI (motor 2.0 turbo, R$ 179.990): itens da Comfortline, mais pacote visual R-Line, rodas de 19 polegadas, tampa do porta-malas com abertura e fechamento elétrico, painel de instrumentos digital configurável de 12,3”, chave presencial e faróis com comutação automática. Tem também assistente de estacionamento, controlador de velocidade adaptativo, sistema de detecção de pedestres, controle de descida e seletor de modos de condução.

Veja mais:

>> Honda CR-V chega com motor 1.5 turbo do Civic

>> Com sete lugares, Peugeot 5008 é lançado no Brasil

>> Avaliamos o Chevrolet Equinox, um SUV com fôlego de sobra

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Um comentário

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva