Destaque Novidades

Peugeot 2008 de segunda geração pode ser fabricado na Argentina

Projeto de produzir o novo Peugeot 2008 havia sido descartado por conta dos custos, mas volta à pauta por causa da Stellantis
Peugeot 2008 [divulgação]
Peugeot 2008 [divulgação]

Mais aberto a carros importados que o Brasil, a Argentina começará a vender o novo Peugeot 2008 em breve. Contudo, o modelo será oferecido somente em versão elétrica por enquanto. O que surpreende e chama atenção é que a Stellantis não descarta a produção do modelo por lá.

A informação foi confirmada por Gabriel Cordo Miranda ao Motor1 Argentina. Segundo o executivo, a produção do novo Peugeot 2008 na Argentina é viável agora que o 208 é feito por lá e com os recursos financeiros disponíveis pela Stellantis. O projeto de fazer o 2008 por lá havia sido descartado antes da fusão PSA e FCA por conta dos custos.

Por enquanto, a Peugeot segue produzindo o velho 2008 no Brasil e apenas sinaliza a possibilidade de fazer o novo SUV compacto na Argentina. A mudança de uma geração para a outra é tão brusca, que eles poderiam conviver tranquilamente no mercado ao mesmo tempo.

Peugeot 2008 [divulgação]
Peugeot 2008 [divulgação]
Enquanto o atual Peugeot 2008 tem 4,15 m de comprimento, 1,74 m de largura e 1,55 m de altura, o novo modelo cresceu para 4,30 m de comprimento, 1,77 m de largura e 1,53 m de altura. Ou seja, deixou de ser um dos menores SUVs compactos do mercado para figurar entre os maiores da categoria.

Motor de Fiat é a solução

O visual de mini-3008 também ajuda a dar sofisticação para o SUV compacto. Uma das grandes questões que impedia sua produção na Argentina e venda no Brasil era a motorização. O 1.6 aspirado de 118 cv do 208 seria fraco demais para ele e o 1.6 THP não cabe no cofre do motor. A solução está no uso dos motores da Fiat.

Peugeot 2008 [divulgação]
Peugeot 2008 [divulgação]
O novo Peugeot 2008, caso seja produzido de fato na Argentina, deve usar motor 1.0 T200 três cilindros turbo de 130 cv e 20,4 kgfm de torque emprestado do Fiat Pulse. O motor 1.0 fica para as versões de entrada com câmbio CVT, enquanto as variantes topo de linha vão dividir o conjunto com Jeep Renegade, Compass, Commander e Fiat Toro.

Nesse caso, o motor é o 1.3 T270 quatro cilindros turbo de 185 cv e 27,5 kgfm de torque. Com o motor maior, o câmbio é um automático de seis marchas. Caso a produção do novo Peugeot 2008 realmente venha a acontecer na Argentina, o lançamento deve ocorrer em 2023 ou 2024 já com o SUV reestilizado. Antes disso, porém, a versão elétrica pode ser vendida no Brasil.

Peugeot 2008 [divulgação]
Peugeot 2008 [divulgação]

>>Fiat e Peugeot ressuscitam Chrysler com novo conceito Airflow

>>Peugeot 208 consegue 2 estrelas no Latin NCAP

>>Peugeot só terá carros elétricos a partir de 2030, mas com exceções

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar