Destaque Novidades

Peugeot 208 2021 é vendido R$ 5 mil abaixo do preço de lançamento

Desconto de venda direta é aplicado para clientes físicos no novo Peugeot 208 para impulsionar as vendas
Peugeot 208 2021 [divulgação]
Peugeot 208 2021 [divulgação]

Quando o Peugeot 208 foi lançado no Brasil, muito se falou sobre o preço alto do modelo, apesar de sua lista de itens de série bastante farta. Por R$ 94.990, ele só não é o hatch compacto mais caro do país por conta da presença do VW Polo GTS. Para contornar esse estigma, a Peugeot já vende o modelo com descontos.

Por meio do programa Peugeot Direct, a marca oferece o novo 208 com preço de venda direta para pessoas físicas. Isso só é possível em modelos que estejam no estoque da concessionária. A Peugeot faz a venda direta do 208 2021 usando a concessionária como intermediária através de um sistema online.

Peugeot 208 2021 [divulgação]

Com isso, a versão topo de linha Griffe do novo Peugeot 208 tem preço reduzido de R$ 94.990 para R$ 89.990 mediante a um desconto de R$ 5 mil, o que torna as coisas mais interessantes. Segundo a Peugeot, é “uma oportunidade atraente para que o cliente e o concessionário fechem o negócio.”

O desconto de R$5 mil segue nas versões Allure e Active Pack. A primeira tem preço reduzido de R$ 89.490 para R$ 84.490, enquanto a segunda cai de R$ 82.490 para R$ 77.490. Por fim, a versão de entrada Active tem desconto menor, de R$ 1.500, tendo seu valor tabelado de R$ 74.990 diminuído para R$ 73.490.

No Brasil, todas as versões do Peugeot 208 são equipadas com motor 1.6 quatro cilindros aspirado de 118 cv e 15,2 kgfm de torque. A única opção de transmissão é a automática de seis marchas. Não há versões turbo, como era o esperado, assim como a marca não oferece uma opção manual para o hatch compacto.

>>Peugeot 208 é o 9º carro elétrico mais vendido do mundo

>>Peugeot ajudará Toyota para que o casamento com Fiat aconteça

>>Peugeot vai atrás de Mercedes C43 AMG e Audi S4 com novo 508 PSE

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar