Destaque Novidades

Peugeot 208 e Fiat Cronos terão aumento de produção na Argentina

Stellantis anunciou que triplicará a produção do Fiat Cronos, enquanto o Peugeot 208 terá mais componentes nacionais
Peugeot 208 Active Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 208 Active Pack [Auto+ / João Brigato]

Com planos ambiciosos de expansão no mercado latino-americano, a Stellantis já começa a dar os primeiros passos que beneficiarão tanto o lado PSA quanto o FCA. Prova disso é que o grupo ítalo-francês vai triplicar a produção do Fiat Cronos e aumentar a quantidade de componentes nacionais no Peugeot 208.

Durante visita à fábrica de Betim, Minas Gerais, Daniel Scioli (embaixador da Argentina) conversou com o CEO da Stellantis América Latina, Antonio Filosa, que antecipou investimentos na região. Diferentemente do Brasil onde foram revelados os valores aportados na fábrica de Betim para fazer novos motores, Fisola só indicou o que será feito na Argentina.

Nesse primeiro momento a produção do Fiat Cronos será triplicada para atender a alta demanda que o modelo vem tendo na região. A Argentina tem comprado cada vez mais Cronos, o que tem afetado a distribuição do modelo no Brasil – prova disso foi o fato de ele ter despencado nas vendas em fevereiro.

Fiat Cronos [divulgação]
Fiat Cronos [divulgação]

Turbinados e com CVT

Para controlar essa situação, a Fiat duplicará o volume de unidades exportadas para o nosso país. A demanda deve aumentar ainda mais quando o Cronos e o Argo receberem o motor 1.0 GSE Turbo para substituir o jurássico 1.8 E.torq usado nas versões topo de linha com câmbio automático.

O Cronos também terá câmbio CVT ligado ao motor 1.3 Firefly aspirado em breve. Com isso, o aumento de produção da Fiat já antecipa a futura demanda pelo modelo automático.

Peugeot 208 Active Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 208 Active Pack [Auto+ / João Brigato]
Já no caso do Peugeot 208 haverá também um aumento de produção na fábrica argentina. Contudo, o foco da Stellantis é aumentar a taxa de componentes produzidos nacionalmente para 41%. Isso reduzirá os custos do modelo e gerará 370 novos empregos.

Por conta da criação da Stellantis, existem chances grandes de o Peugeot 208 ser equipado com motor 1.0 GSE Turbo e câmbio CVT do Toyota Corolla em breve. O conjunto mecânico será o mesmo usado pelo Argo e pode por fim às críticas ao hatch compacto por não ter sido lançado com motor turbinado.

>>Comparativo: Peugeot 208 e VW Polo: tipo Europa ou engana-brasileiro?

>>Avaliação: novo 208 é a revolução que a Peugeot prometeu?

>>Peugeot 208 Active Pack tem o essencial, mas falta charme – Avaliação

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Mas o Peugeot 208 ele perdeu uma característica, os traços femenino. Acredito que a versão atual ele foi muito comprado por mulheres. Ele está muito lindo sim mas ele está muito mais rebusto, traços agressivos e esportivo.

  • Comentei errado *atual, quis dizer a versão anterior do Peugeot 208 era mais visado pelas mulheres, por ser um carro mais compacto, traços leves, moderno e visado pela a ala feminina.

  • Porque jurássico o câmbio automático 1.8???? Tenho HGT aspirado e o carro é excelente…. Só troco se vier no mercado o 1.3 turbo c 180 cavalos… Se não 1.0 turbo não vai valer a pena.. Potência vai ficar abaixo.