Avaliação Destaque

Peugeot 3008 GT Pack dá quase para chamar de premium | Impressões

É difícil encontrar um SUV médio mais bonito que o Peugeot 3008. E também um generalista com cabine melhor que a dele
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]

Desde que a Peugeot passou por uma reestruturação e mudança de imagem, a marca tenta se posicionar em um degrau intermediário. Acima das generalistas como Fiat e Citroën, mas abaixo das marcas de luxo como Alfa Romeo e DS (só para citar marcas do grupo Stellantis), a marca do leão quer ser quase premium. E com o novo Peugeot 3008 ela consegue isso.

Renovado no Brasil, o Peugeot 3008 agora se apresenta em duas versões: Griffe e GT Pack. Levamos a versão topo de linha de R$ 249.990 para uma volta rápida por um dia para testar a evolução do SUV médio. Será que ele tem os artifícios necessários para colocar a Peugeot no mesmo patamar de status que a Jeep?

Beleza na mesa

Se antes o Peugeot 3008 era o SUV médio mais bonito à venda no mercado, agora ele reafirma esse status. A reestilização mexeu bem na dianteira do modelo. Ele ganhou faróis afilados com prolongamento em LED estilo dente de leão, que segue a lógica visual do novo 208.

Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
A grade frontal sem bordas com pequenos pontos em cromo preto produz um elegante efeito em que dá elegância e esportividade ao conjunto. Perto dos faróis, rasgos na grade se assemelham aos bigodes de um gato, reforçando a inspiração felina da Peugeot.

A traseira pouco mudou, recebendo apenas lanternas full-LED com acabamento translucido quando desligadas. Na versão GT Pack, o SUV médio tem acabamento de cromo preto na régua do para-choque e também nos logotipos da marca.

Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Há de destacar também os volumes bem marcados da carroceria, que deixam o Peugeot 3008 com uma aparência mais robusta e esportiva. A linha de cintura alta combinada ao teto baixo acenam para os SUVs cupês, mas sem exageros. Ainda assim, deixa claro que é um modelo de pegada totalmente urbana.

Quase premium

Mas é no interior onde o Peugeot 3008 revela seu status de quase premium. Entre todos os SUVs médios de marca generalistas, é dele a melhor cabine disparada. Nem mesmo o elogiado acabamento do Jeep Compass consegue dar conta do visual elegante e da bela escolha de materiais da Peugeot.

Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Na versão GT Pack, o 3008 tem Alcântara cinza nas portas e parte do painel. Os bancos também recebem o revestimento aveludado em preto, que é complementado por couro também em preto. Toda parte superior do painel é revestida em material macio e o Peugeot ainda traz partes em metal para complementar o visual.

Há plástico? Sim, especialmente nas porções inferiores da porta e nas laterais do console central. É um plástico de qualidade, igual ao usado no novo 208 e que não destoa do conjunto. Pena que o 3008 não herdou o painel 3D do hatch compacto, apesar de usar uma bela tela de alta definição.

Como todo Peugeot, o destaque é o volante pequenino revestido em couro, o qual obriga o motorista a se sentar mais baixo e enxergar os instrumentos por cima dele. É preciso costume, mas isso cria uma sensação de esportividade ao volante do 3008, da qual será melhor descrita em breve.

Mimos

Como um carro que flerta com o segmento premium, o Peugeot 3008 precisa de alguns mimos para agradar aos passageiros. E ele os tem. Começa pela presença de massageadores nos bancos dianteiros, com direito a regulagem elétrica para o motorista. Luzes ambiente no entorno da cabine ajudam a deixar o clima mais refinado.

[Auto+ / João Brigato]
O SUV médio ainda tem carregador de celular por indução e um enorme console central refrigerado que mais serve como uma geladeira para até seis garrafas de 600 ml. A central multimídia é nova, com tela maior e fácil de mexer. Android Auto e Apple CarPlay ainda exige fio para conexão, ainda assim, é um sistema moderno.

Há ainda teto solar panorâmico com abertura da porção frontal. Por fim, o Peugeot 3008 traz porta-malas com abertura elétrica com sensor de proximidade – basta passar o pé na traseira para que a tampa se abra sem a necessidade de apertar botões.

 [Auto+ / João Brigato]
[Auto+ / João Brigato]

Conhecidos da casa

Se na questão visual e de equipamentos, o Peugeot 3008 mudou, na condução não. E isso não é demérito. O SUV médio traz debaixo do capô o já conhecido motor 1.6 THP quatro cilindros turbo com 165 cv e 24,5 kgfm de torque. Inexplicavelmente ele bebe apenas gasolina, não sendo flex como o Citroën C4 Cactus ou o irmão menor 2008.

Se nos SUVs compactos o motor THP sobra, aqui no 3008 ele é um pouquinho além do suficiente. Tem boa performance, é econômico, mas os cavalos a mais extraídos na versão flex e o peso mais baixo dos SUVs nacionais faz diferença. O Peugeot não titubeia em arrancadas e acelerações mais fortes.

Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Ao mesmo tempo, consegue trabalhar com suavidade e giro baixo em regimes de direção mais pacatos. Sua transmissão automática de seis marchas também não parece tão bem calibrada quanto a dos modelos nacionais, mas tem trocas suaves e praticamente imperceptíveis. Não demora muito a fazer reduções e tem quase nenhum delay nas trocas manuais.

Posição e interação

Como era de se esperar pela posição mais baixa de dirigir e pelo volante pequeno, o Peugeot 3008 tem pegada esportiva na condução. A direção é rápida e direta, garantindo bom controle em curvas e estradas sinuosas. Já a suspensão, é mais firminha que o esperado em um SUV. Isso causa algumas batidas em solavancos e buracos, mas nada alarmante.

Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Na prática, o 3008 acaba se assemelhando mais a um hatch grande do que a um utilitário esportivo na direção. Ele contorna curvas rapidamente e com compostura, sem fazer a carroceria balançar ou jogar de um lado para o outro, como é típico entre os SUVs.

Apesar disso, o SUV se mantém confortável e com poucas vibrações em terrenos irregulares, como estradas de paralelepípedo. O bom isolamento do conjunto de suspensão faz com que ele pareça andar em um carpete boa parte do tempo.

Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]

Veredicto

Aproximar a Peugeot do segmento premium, sem descolar tanto do preço das generalistas, tem no 3008 seu resultado. Ele é um SUV com belíssimo design, gostoso de dirigir, mimos dignos de carros de marcas de luxo e um inigualável refinamento interno.

Basta apenas vencer dois obstáculos: o preço alto de R$ 249.990 cobrados pela versão GT Pack e o ainda insistente (e já saturado) preconceito do povo brasileiro com marcas francesas. Não vai ser o líder do segmento, mas é uma ótima alternativa urbana ao Ford Bronco Sport e a modelos caros de marcas generalistas como Honda CR-V Touring e Toyota RAV4 Hybrid.

Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]
Peugeot 3008 GT Pack [Auto+ / João Brigato]

>>Peugeot registra forte crescimento nas vendas no Brasil

>>2008 Skywalker é lançado no Brasil por R$ 121.990

>>208 ganha motor 1.2 Turbo em versão esportiva na Argentina

Sobre o autor

João Brigato

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Tenho um Griffe Pack 2019 que paguei 167k; não faz sentido esse preço para mim, mas aos que tiverem interesse, é um carro simplesmente maravilhoso, recomendo para quem quer destoar da manada de Compass.

  • Até no Chile o 3008 já usa motor Hybrido na versão GT acima de 200HP, aqui no nossos Brasil só vem refugo. Uma pena ótimo carro mas com um motor muito fraco.

  • Queria saber quem inventou que estilo “dente tigre de sabres” é estilo “dente de leão”, já que ficam sempre para fora mesmo com o capô fechado. Se for para considerar pelo tamanho, deveria ser dente de tigre, já que são maiores que os do leão.

  • O que faz o brasileiro ter um pé atrás em relação a essa marca Francesa eh o pós venda deles, eh horrível, já tive um carro deles e sofri na pele com a péssima assistência desta marca.