Destaque Especial Novidades

Pininfarina apresenta Battista, seu hipercarro elétrico de 1.900 cv

Modelo atinge o 0 a 100 km/h em 2 segundos e tem autonomia de 450 km
Pininfarina Battista (divulgação)

Se você ainda acredita que veículos elétricos são chatos e tem pouca potência, recomendamos conhecer um carro que vai mudar completamente seus conceitos. Estamos falando do Pininfarina Battista, hipercarro fabricado pela tradicional casa de Carrozzeria – Automobili Pininfarina –  e que foi batizado com o nome do fundador Battista “Pinin” Farina. 

Pininfarina Battista (divulgação)

Para poder receber não só o nome do fundador da marca, além do título de hipercarro elétrico mais potente à venda, a Automobili Pininfarina juntou todo seu conhecimento em construção de modelos exclusivos como Bugatti Veyron e Chiron, Ferrari Sergio, Lamborghini Urus, McLaren P1, Mercedes AMG-Project One, entre tantos outros para dar vida a esta fera eletrificada.

Pininfarina Battista (divulgação)

O Pininfarina Battista utiliza um conjunto de motores elétricos – montados um em cada roda – que juntos geram nada menos do que impressionantes 1.900 cv e colossais 234,5 kgfm de torque – entregue de forma instantânea!

Com essa ficha técnica de respeito, o Pininfarina Battista faz de 0 a 100 km/h em menos de 2 segundos e ainda pode atingir a máxima de 350 km/h. E o melhor: com apenas 40 minutos de carga é possível encher 80% da bateria, segundo a marca. A Automobili Pininfarina, garante ainda que o Pininfarina Battista terá autonomia de 450 quilômetros com uma recarga.

Pininfarina Battista (divulgação)

Para acomodar tudo isso, a fabricante projetou uma belíssima carroceria monocoque de fibra de carbono, que foi projetado para ter o máximo de eficiência em termos de aerodinâmica.

Assim como o exterior, a cabine aposta em tecnologia de ponta, ostentando nada menos do que três telas digitais para atender o motorista. O painel de instrumentos fica no centro e outros dois – um de cada lado – servem para demais funções do hipercarro.

Pininfarina Battista (divulgação)

Outras informações ainda não foram reveladas, mas a Automobili Pininfarina confirmou que a princípio apenas serão montadas 150 unidades. A intenção é atrair consumidores na Europa, América do Norte, Oriente Médio e Ásia.

A produção começa em 2020, e a marca espera vender bem mais do que as 150 unidades programadas. Em relação ao preço, podemos esperar algo a altura de um hipercarro de 1.900 cv – em outras palavras: estratosférico.

Veja mais:

>> Bugatti Chiron ganha versão comemorativa de 110 anos

>> Salão de Genebra: Lamborghini apresenta nova Huracán Evo Spyder

>> McLaren desembarca no Brasil com superesportivos de até R$ 2,1 milhões

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram

Jocar