Destaque Novidades

Porsche desenvolve combustível sintético para substituir gasolina

Alternativa ecologicamente correta da Porsche poderá manter os motores a combustão por mais tempo no mundo
Porsche Cayenne Coupé Turbo [divulgação]
Porsche Cayenne Coupé Turbo [divulgação]

Muitas marcas já dão como certo a morte dos motores a combustão e dos combustíveis fósseis nos próximos anos. Mas não a Porsche. Apesar de investir pesado nos modelos eletrificados (como o Taycan e a próxima geração do Macan), a marca acredita haver uma alternativa para a gasolina e para o etanol.

Segundo informações da Autocar, a Porsche já tem em desenvolvimento um novo tipo de combustível ecologicamente correto e que poderá colocar fim à gasolina. O combustível sintético tem como origem o hidrogênio capturado do ar para produzir metanol. Mais detalhes sobre ainda não foram divulgados.

O interessante é notar que o Brasil talvez tenha participação importante nesse desenvolvimento. Oliver Blume, chefe executivo da Porsche, afirmou que a marca “está no caminho com nossos parceiros da América do Sul”. Sem citar especificamente quais países estão envolvidos.

Porsche 911 GT3 [divulgação
Porsche 911 GT3 [divulgação
Até o momento, sabe-se que Simens Energy, AME, Enel e Chilean estão entre as parceiras no projeto da Porsche. A ideia da marca é começar a fazer testes com esse combustível em 2022 em um volume baixo de modelos. Haverá distribuição para o público em um esquema parecido com os dos caros a hidrogênio, sempre em caráter de teste.

“Não terá impacto na performance, até alguns cavalos a mais se estivermos indo na direção certa. Mas as emissões são bem melhores, bem menos partículas, bem menos NOx. Então acho que estamos indo na direção correta”, comenta Frank Walliser, chefe da divisão esportiva da Porsche.

Porsche Panamera 2021 [divulgação]
Porsche Panamera 2021 [divulgação]
Resta saber agora se o novo tipo de combustível da Porsche será capaz de salvar os carros com motores a combustão. Ou se será somente mais uma das grandes alternativas criadas no setor automotivo para barrar o avanço dos carros elétricos globalmente? O custo, pelo menos, parece ser mais baixo.

>>911 GT3 estreia com recorde em Nürburgring e câmbio manual

>>RAM 1500 ganha versão de 1.000 cv mais rápida que um 911

>>Taycan ganha versão de entrada por R$ 589.000 no Brasil  

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva