Novidades Serviço

Bolsonaro quer acabar com os radares móveis

“É só determinar à PRF que não use mais” – comentou o presidente
(reprodução/Juarez Machado)

Em um evento realizado nesta segunda feira, em Pelotas – Rio Grande do Sul – o presidente Bolsonaro declarou que pretende acabar com os radares móveis no país na semana que vem.

Segundo o presidente, “é só determinar à PRF que não use mais” – fazendo referência a Polícia Rodoviária Federal, que atua na fiscalização das estradas federais e está sob o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

“O radar é decisão minha, Presidente da República. É só determinar a PRF que não use mais e ponto final. Se alguém me provar que esse trabalho é bom, eu posso voltar atrás, mas todas as informações que eu tenho, inclusive dos caminhoneiros que botam na conta final do que você vai comprar no mercado o preço do trajeto que ele faz para entregar a mercadoria, abusaram do sistema eletrônico de controle de velocidade no Brasil, virou caça-níquel”, afirmou.

O presidente também afirmou durante o evento que consultou muitas pessoas – sem mencionar se eles eram especialistas no assunto, ou pelo menos autoridades competentes – sobre a retirada dos radares móveis de circulação. “Chega de estudiosos e especialistas” – comentou o presidente. Ele também comentou que está tentando abolir os radares fixos, em vias públicas, mas não obteve sucesso.

Veja mais:

>> Radares de São Paulo fiscalizarão motoristas por velocidade média

>> Projeto de lei prevê aumentar limite de pontos para suspensão da CNH

>> Prevista para 2019, inspeção veicular é suspensa

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram

Jocar