Destaque Novidades

Próximo Cruze terá plataforma de Civic? Honda e GM anunciam parceria

Depois de se juntar à chinesa Geely para fazer picapes, GM anuncia força conjunta com a japonesa Honda
Chevrolet Cruze e Honda Civic [divulgação]
Chevrolet Cruze e Honda Civic [divulgação]

Enquanto o grupo Fiat Chrysler está se juntando em definitivo à francesa PSA dona de Peugeot, Citroën, DS e Opel, a General Motors anunciou uma inusitada parceria. Juntando forças com a Honda, a dona da Chevrolet revelou pouco sobre como se dará esse casamento. Mas será que o próximo Chevrolet Cruze será um Honda Civic de gravata dourada?

O desenvolvimento conjunto de Honda e General Motors só terá início em 2021 e contemplará plataformas, motores e tecnologias. A princípio essa parceria será como a de Volkswagen e Ford, ou seja, não haverá troca de ações ou fusão dos grupos como no caso de PSA e FCA que se tornarão Stellantis.

Honda Civic
Honda Civic [divulgação]
Além disso, o namoro de General Motors e Honda gerará frutos, em tese, apenas nos Estados Unidos. As marcas não anunciaram quais serão as trocas a serem feitas entre elas, mas é provável que Chevrolet, Buick e Cadillac usem os sistemas híbridos da Honda, enquanto a japonesa deve aproveitar a expertise em elétricos adquirida com o Bolt.

Nos planos de parceria, GM e Honda especificaram que vão compartilhar plataformas e motorizações, o que pode levar ao desenvolvimento conjunto de alguns modelos em segmentos específicos pouco lucrativos para alguma delas. Com isso, abre-se a chance de que o Cruze tenha um futuro.

Chevrolet Cruze LT (divulgação)

Atualmente a Argentina é o único país no mundo que ainda produz o Cruze, tirado de linha na China e EUA (seus antigos principais mercados). Por aqui ele foi recentemente reestilizado e ainda tem sobrevida garantida, enquanto nos países anteriormente citados, ele morreu sem deixar sucessor.

Ainda não há nada confirmado, mas o uso da plataforma e componentes do Honda Civic para gerar um novo Chevrolet Cruze reduziria e muito os custos de desenvolvimento e produção de ambos. Além disso, recolocaria a GM em um segmento que ela só não abandonou globalmente porque ainda tem presença no Brasil e Argentina.

>>Chevrolet e Geely (dona da Volvo) produzirão picapes juntas em breve

>>Novo Opel Mokka prova o bem que fez se separar do Chevrolet Tracker  

>>Hyundai Elantra parte para cima do Honda Civic Si com versão N Line

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar