Destaque Racing

Punição bizarra tira vitória histórica de Hamilton

Piloto britânico sofreu duas punições de 5s no dia em que buscava igualar Schumacher
Hamilton, Bottas
GP da Rússia [divulgação]

A Fórmula 1 vai ter de esperar para ver Lewis Hamilton alcançar as 91 vitórias de Michael Schumacher. Tudo por conta de um erro tolo cometido no GP da Rússia deste domingo, antes mesmo da corrida começar.

Hamilton fez simulações de largada quando saiu para alinhar no grid, o que é uma prática bastante comum. Porém, fez isso fora da posição indicada para tanto, o que lhe rendeu duas punições (cumulativas) de 5s cada, cumpridas em seu primeiro pit stop.

Veja um resumo da corrida e os motivos da punição de Hamilton neste vídeo do canal Pr1meiro Stint

Diz a regra que “as simulações de largada só podem ser feitas do lado direito da saída dos boxes e os pilotos devem deixar espaço suficiente à esquerda para que outros pilotos passem”.

Outro trecho deixa claro o seguinte: “Por questões de segurança, os carros não podem parar na faixa de rolamento em nenhum momento enquanto os boxes estiverem abertos sem uma justificativa razoável”. Hamilton descumpriu as regras ao praticar a largada em dois locais incorretos: no meio do pit logo na saída dos boxes; e depois mais à frente, já próximo à pista.

A punição, apesar de bizarra, foi correta dentro do que prevê o regulamento. E aniquilou as boas chances que Hamilton tinha de igualar o recorde de vitórias de Schumacher. Depois de ser prejudicado por uma bandeira vermelha no treino classificatório, ele se superou pra fazer a pole position, mas pra isso teve de recorrer aos pneus macios no Q2.

Seus adversários, Max Verstappen e Valtteri Bottas, passaram sem dificuldades, de pneus médios. Como a regra exige que o piloto largue com os mesmos pneus do Q2, Hamilton estaria em desvantagem em termos de estratégia. Se Bottas ou Verstappen saltassem à frente dele na curva 2, a corrida estaria praticamente perdida.

Mas não foi o que aconteceu. Hamilton partiu muito bem e tinha o controle da prova até ser punido e cair para o meio do pelotão. Com um carro meio segundo mais rápido que os outros, ele não teve dificuldades para se recuperar e chegar em terceiro. Mas ficou a frustração de uma vitória desperdiçada e, daqui pra frente, a preocupação com novas punições.

É que Hamilton já tem dez pontos “na carteira” em função de suas infrações nos últimos 12 meses. Se chegar a doze pontos, será suspenso por uma corrida, como manda o regulamento. Ou seja, ele disputa as próximas quatro corridas “pendurado”, como se diz no futebol. Seus primeiros pontos a expirar caem no dia 17 de novembro, depois do GP da Turquia.

Hamilton
GP Rússia [divulgação]

Sem Hamilton como favorito, Valtteri Bottas confirmou uma vitória fácil, seguido por Max Verstappen. Sergio Pérez fez grande prova terminando em quarto. Daniel Ricciardo levou a Renault ao quinto lugar, mesmo depois de sofrer punição de 5s ao completar a manobra sobre o companheiro de equipe pelo lado de fora da pista. Leclerc foi o sexto.

O resultado do GP da Rússia

1 Valtteri Bottas (Mercedes), 53 voltas em 1h34min00s364

2 Max Verstappen (Red Bull Racing Honda), +7s729

3 Lewis Hamilton (Mercedes), +22s729

4 Sergio Perez (Racing Point BWT Mercedes), +30s558

5 Daniel Ricciardo (Renault),  +52s065

6 Charles Leclerc (Ferrari), +1min02s186

7 Esteban Ocon (Renault), +1min08s006

8 Daniil Kvyat (AlphaTauri Honda), +1min08s740

9 Pierre Gasly (AlphaTauri Honda), +1min29s766s

10 Alexander Albon (Red Bull Racing Honda), +1min37s860

11 Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo Racing Ferrari), +1 volta

12 Kevin Magnussen (Haas Ferrari), +1 volta

13 Sebastian Vettel (Ferrari), +1 volta

14 Kimi Räikkönen (Alfa Romeo Racing Ferrari), +1 volta

15 Lando Norris (McLaren Renault), +1 volta

16 Nicholas Latifi (Williams Mercedes), +1 volta

17 Romain Grosjean (Haas Ferrari), +1 volta

18 George Russell (Williams Mercedes), +1 volta

NC Carlos Sainz (McLaren Renault), abandonou

NC Lance Stroll  (Racing Point BWT Mercedes), abandonou

Veja mais:

>> Pr1meiro Stint: Massa espera ver Vettel na frente da Ferrari

>> Pr1meiro Stint: Saiba como Barrichello quase voltou à Fórmula 1

>> Pr1meiro Stint: Williams, a queda do império

Sobre o autor

Tiago Mendonça

Tiago Mendonça

Comente

Clique aqui para comentar