Destaque Mercado

RAV4, 3008 e Sportage foram os SUVs que mais encareceram em 2020

Importados, os três SUVs médios sofreram com altas do dólar e chegaram a aumentos de mais de 30%
Toyota RAV4 (Auto+)

Segmento mais movimentado do mercado brasileiro, a categoria dos SUVs bombou em 2020 e também foi uma das que mais sofreu baques em preço. Prova disso é que dos dez utilitários que mais encareceram no ano, pouco mais da metade teve reajuste superior a 20% em seu preço – mesmo em carros produzidos no Brasil.

Levantamento feito pela Jato Dynamics para o Auto+ compara preços de tabela de todos os SUVs vendidos no Brasil entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021 para saber quais tiveram maior aumento. Para ser um levantamento mais justo, modelos premium e modelos cujo preço em janeiro de 2020 passasse de R$ 250 mil foram removidos.

Peugeot 3008 Allure (divulgação)

Importados em alta

Presente em outras listas de aumentos de preço, o Toyota RAV4 foi o que mais sofreu reajustes ao longo do ano que se passou. A versão mais afetada foi justamente a de entrada que ficou 36,7% mais cara. Começou 2020 custando R$ 176.990 e virou o ano partindo de R$ 241.990, representando um acréscimo de R$ 65 mil, ou o equivalente a um Etios.

Em seguida seu rival Peugeot 3008 deixou de ser um dos SUVs médios com bom custo-benefício na versão Allure para ser um dos mais caros da categoria. Antes custando R$ 154.990, ele sofreu aumento de 29% e foi parar em R$ 199.990.

Kia Sportage [divulgação]
Kia Sportage [divulgação]
Já o Kia Sportage, outro dos SUVs médios importados, bateu aumento de 23,8% na versão EX com pacote P.265. Ele está R$ 38 mil mais caro em 2021 quando comparado ao ano passado: subiu de R$ 159.990 para R$ 197.990.

Ainda na categoria dos médios, o JAC T60 aproveitou da renovação visual e da mudança de nome (agora T60 Plus) para ficar 19% mais caro. Antes do ano novo, custava R$ 99.990, agora não sai por menos de R$ 118.990.

JAC T60 [divulgação]
JAC T60 [divulgação]

Pegada off-road no preço

Produzidos no Brasil e com foco totalmente voltado para as trilhas, Suzuki Jimny e Troller T4 vão além da proposta semelhante. Os dois parrudos SUVs tiveram aumentos de preços expressivos em um ano.

O Troller na versão automática encareceu 22,8% em um ano, batendo os R$ 173.200 em 2021. Já o pequenino Jimny em sua versão de entrada 4Work saltou de R$ 74.490 para R$ 88.990 mediante aumento de 19,5% no preço.

Troller TX4 (divulgação)

Compactos encareceram

A categoria dos SUVs compactos é representada por três modelos, sendo dois nacionais e um importado elétrico. Renault Duster virou o ano 18,8% mais caro na versão Intense, que agora custa R$ 97.390.

Já o Peugeot 2008 Allure, que antes era vendido a R$ 69.990 tanto para o público PCD quanto para clientes regulares, saltou 18,6% em seu preço. Com isso, se desqualificou para os descontos para deficientes ao ser tabelado em R$ 82.990.

Renault Duster [Auto+]
Renault Duster [Auto+]
Por fim o elétrico JAC iEV40, que já teve o título de carro movido a bateria mais barato do Brasil, subiu de preço até R$ 189.900 mediante reajuste de 18,8% entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021.

SUVs que mais encareceram em 2020

  1. Toyota RAV4 S Connect – 36,7% de aumento
  2. Peugeot 3008 Allure – 29% de aumento
  3. Kia Sportage EX P.265 – 23,8% de aumento
  4. Troller T4 XLT Automático – 22,8% de aumento
  5. Kia Sorento EX S276 – 19,6% de aumento
  6. Suzuki Jimny 4Work – 19,5% de aumento
  7. JAC T60 – 19% de aumento
  8. Renault Duster Intense – 18,8% de aumento
  9. JAC iEV40 – 18,8% de aumento
  10. Peugeot 2008 Allure – 18,6% de aumento

>>Avaliação: Duster é o melhor Renault feito nos últimos anos

>>Kia Soul 2021 estreia por R$ 129.990 como o 1.6 mais caro do Brasil

>>Carros aposentados e alguns Renault entre mais desvalorizados de 2020

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar