Destaque Novidades

Renault volta a falar de Alaskan no Brasil e outra picape na Argentina

Segunda geração da Renault Oroch? Picape do tamanho da Fiat Toro? Renault prepara mais uma picape e estuda Alaskan no Brasil
Renault Alaskan [divulgação]
Renault Alaskan [divulgação]

Coincidindo com o aniversário de 65 anos da fábrica de Santa Isabel, Argentina, a Renault anunciou o lançamento da picape Alaskan. Ao contrário do que se especulava, a francesa tem planos ainda maiores para a prima da Nissan Frontier e para o segmento de picapes.

Em entrevista ao Argentina Autoblog, Pablo Sibilla, presidente da Renault Argentina, revelou que a marca voltou a cogitar exportar a Alaskan para o Brasil. Ela apareceu no Salão do Automóvel de São Paulo em 2016 e 2018, para depois a descartarem por aqui.

Apesar disso, Sibilla diz que “estamos trabalhando para encontrar oportunidades de exportação pra o Brasil, Chile e Colômbia”. A fim de reforçar a importância do país nessa estratégia, o executivo diz que “agora o foco é total na Argentina”.

Renault Alaskan [divulgação]
Renault Alaskan [divulgação]
A justificativa é que a Argentina tem mais de 50% do mercado dominado por picapes, o que explica o foco da Alaskan nesse momento. Além disso, a maioria das picapes médias vendidas no Brasil são feitas na Argentina, comprovando o que o executivo disse.

Chevrolet S10 e Mitsubishi L200 Triton são as únicas caminhonetes dessa categoria que não tem RG argentino, pois são produzidas no Brasil.

Nova Oroch ou outra picape?

Além da Alaskan, a Renault prepara outra picape, adianta o executivo. Simultaneamente à implementação da plataforma CMF B no Brasil para modelos Renault e Nissan, a fábrica da Argentina passará a focar em utilitários.

Renault Alaskan [divulgação]

Junto a isso, Sibilla reforçou que a Renault pensou em produzir a Master na Argentina, mas os planos foram descartados. Hoje a fábrica tem a nova geração do Kangoo e a picape Alaskan, mas “temos dois ou três projetos que estamos analisando” afirma o executivo.

Um desses projetos é uma nova picape, ele confirma. Com isso abrem-se diversas possibilidades. Dificilmente a Renault terá uma picape compacta com porte de Fiat Strada, visto que esse segmento já está dominado.

Assim, a próxima picape da Renault pode ser a segunda geração da Oroch, que teria sua produção transferida para a Argentina ou um outro modelo. O nome Renault Tennessee, registrado pela marca no passado, poderá estampar a traseira de uma caminhonete.

Renault Alaskan [divulgação]

Se a Oroch continuar do jeito que está, a Renault só teria como possibilidades para essa possível Tennessee um modelo de porte de Fiat Toro, ficando entre Oroch e Alaskan. Ou por outra abordagem seria um modelo acima da Alaskan, baseado na Nissan Titan.

>>Nova Renault Oroch? Dacia revela Duster 2021 picape por R$ 150 mil

>>Segredo: Nissan Frontier 2021 vaza com direito a versão off-road

>>Nissan investirá R$ 726 mi para produção da nova Frontier na Argentina

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar