Destaque Novidades

Renault Duster 2023 ganha Android Auto e Apple CarPlay sem fio

Nova central multimídia que já estava disponível na Oroch reestilizada chega agora ao Duster na linha 2023
Renault Duster 2023 [divulgação]
Renault Duster 2023 [divulgação]

Principal produto da Renault hoje no Brasil, o Duster acaba de estrear a linha 2023 com uma novidade importante. A central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay sem fio, que havia estreado na Oroch reestilizada, finalmente chegou ao SUV compacto. Ela é de série para as versões Intense e Iconic, mas opcional para a Zen.

Para levar a central multimídia no Duster de entrada, é preciso optar pelo Pacote Tech. A Renault não revelou o preço desse item extra, contudo o pacote anterior que englobava a central multimídia saia por R$ 3.750. Ele adicionava também rodas de liga-leve de 16 polegadas com pintura prata, faróis de neblina e piloto automático.

A nova central traz além das conexões sem fio com Android Auto e Apple CarPlay uma nova moldura com o nome do SUV compacto. O sistema possui ainda layout personalizável, Bluetooth e informações como temperatura externa e horário. Há ainda um medidor de economia de combustível com dicas para gastar menos.

Renault Duster Iconic Turbo [divulgação]
Renault Duster Iconic Turbo [divulgação]

Segue o jogo

De resto, o Renault Duster segue sem alterações. Ele é vendido nas versões Zen Manual, Zen CVT, Intese CVT, Iconic CVT e Iconic TCe. A exceção do modelo topo de linha Iconic TCe, todos os demais Duster são equipados com motor 1.6 quatro cilindros SCe aspirado de 120 cv e 16 kgfm de torque.

O câmbio é manual de cinco marchas somente na Zen Manual, enquanto as demais trazem caixa automática do tipo CVT. O Duster Iconic TCe é o único com motor 1.3 quatro cilindros turbo desenvolvido com ajuda da Mercedes-Benz. Ele estreou no Captur e está presente também na variante topo de linha da Oroch.

Renault Duster 2023 [divulgação]
Renault Duster 2023 [divulgação]
Aqui rende 170 cv e 27,5 kgfm de torque. É também gerenciado por uma transmissão automática do tipo CVT, mas com mais marchas simuladas que os modelos 1.6, além de mais eficiente. Preços da linha 2023 não foram revelados até o momento.

>>Renault Kwid elétrico fica mais refinado e ganha 331 km de autonomia

>>Duster turbo: cavalo que anda, bebe (e muito) | Avaliação

>>Renault mata Scénic pouco depois que a Citroën enterrou a Picasso

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva