Destaque Novidades

Próxima geração do Renault Duster melhorará consideravelmente

Renault e Dacia trabalham para que o próximo Duster mantenha a robustez do modelo atual, mas que seja mais sofisticado
Renault Duster
Dacia Duster 2022 [divulgação]

Já em desenvolvimento, a terceira geração do Renault Duster promete dar um salto em qualidade tão grande ou até maior que do modelo atual. Produto mais importante da Renault e da Dacia em âmbito global, o SUV compacto manterá a robustez como seu principal atributo, mas ficará mais sofisticado na construção.

Segundo informações do Automotive News Europe, a grande preocupação da Renault e da Dacia com o novo Duster é melhorar seu índice de NVH. A siga para Noise, Vibration and Harshness, que significa barulho, vibração e aspereza determina o quão bom de rodar um carro é.

Ou seja, quanto menor a vibração passada para o interior, melhor ele é. Assim como o barulho deve ser baixo e a aspereza de motor e de rodagem devem ser controladas. A Renault e a Dacia também prometem melhorias na dirigibilidade em busca de um SUV mais prazeroso ao volante. Tudo sem abrir mão da robustez pela qual o Duster é conhecido desde a estreia.

Renault Duster
Dacia Duster 2022 [divulgação]

Base eletrificada

Para isso, a Renault usará a plataforma CMF-B do Clio e do novo Sandero, mas com importantes reforços estruturais para aguentar o batente. Como a base já está pronta para diversos níveis de eletrificação, o novo Duster terá obrigatoriamente versões híbridas (sejam elas leves, tradicionais ou plug-in) e corre o risco até de ter uma variante 100% elétrica.

Em visual, espere por muitas influências do Bigster, que tem aparência de Duster grandão. Mas, como a própria Renault já falou, o Duster é o seu Porsche 911. Ou seja, ele evoluirá em design, ganhará modernidade, mas não deixará de ter os elementos básicos que compuseram a estética das duas primeiras gerações.

Dacia Bigster Concept [divulgação] Renault Duster
Dacia Bigster Concept [divulgação]
O lançamento deve ocorrer somente em 2024, mas com atraso forte no Brasil. Vale lembrar que a segunda geração estreou na Europa em 2017, mas só começou a ser fabricada por aqui em 2020. Lá fora, o Dacia Duster já foi reestilizado, enquanto o equivalente Renault só teve como novidade até agora o novo motor 1.3 turbo. Mas nenhuma alteração estética.

>>Renault terá 2 novos elétricos até o fim do ano e SUV compacto em 2023

>>Oroch 2023: agora turbo, encontrou seu lugar | Impressões

>>Renault Kwid E-Tech estreia como carro elétrico mais barato do Brasil

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva