Destaque Novidades

Renault Logan CVT sai de linha junto a versões de Sandero e Stepway

Readequação de versões por conta da demanda do público colocou fim à versão automática do Logan
Renault Logan CVT
Renault Logan CVT [divulgação]

Atualizado em 13/08: A Renault informou ao Auto+ que anteriormente ao que havia sido confirmado pela montadora francesa, o Logan continuará a ser oferecido com transmissão CVT apenas na versão Zen de R$ 73.390.

Apenas um ano depois de ser lançado no Brasil, o Renault Logan com câmbio CVT vai se tornar uma raridade no futuro. A marca francesa encerrou a produção da variante automática do sedã compacto junto a algumas versões de Sandero, Stepway e Duster.

Segundo a Renault, “houve um realinhamento de versões de Sandero, Logan, Stepway e Duster. Estamos continuamente monitorando as configurações que mais agradam aos clientes, por isso, é natural fazermos ajustes na gama”.

A baixa procura pelas versões do Logan equipadas com transmissão automática CVT vai contra a atual tendência de mercado, onde a maioria dos sedãs compactos têm em suas versões automáticas a maior participação nas vendas. Parte desse insucesso pode ser creditado ao criticado visual aventureiro.

No Brasil, a Renault precisou elevar a suspensão dos modelos com câmbio CVT para que a caixa automática não raspasse em valetas. Isso fez com que a marca adotasse para-lamas com alargadores pretos, como no Stepway, para Logan e Sandero com câmbio automático. O visual aventureiro no sedã causou estranheza e não vingou.

Renault Logan CVT
Renault Logan CVT [divulgação]
Agora o Renault Logan passa a ser vendido somente com transmissão manual, independentemente do motor escolhido (1.0 aspirado ou 1.6 aspirado). Quem quiser um Renault com câmbio automático terá de migrar para os hatches Sandero e Stepway ou para os SUVs Duster e Captur.

Versões descontinuadas

Por falar nos modelos compactos da Renault, a marca francesa aproveitou as mudanças feitas nas versões do Captur para mexer também com o portfólio de Duster, Sandero e Stepway. O SUV compacto Duster perdeu a versão Zen CVT, que era a mais barata com transmissão automática.

Já o Sandero não é mais vendido na versão topo de linha Intense, que era encontrada somente com câmbio CVT. Quem quiser um Sandero mais completo terá de migrar para o aventureiro Stepway, que agora traz apenas as opções Zen manual e Iconic CVT – o intermediário Stepway Intense saiu de linha.

>>Renault Captur ganha nova versão intermediária e aposenta motor 2.0

>>Renault e Nissan unificarão plataformas e fábricas no Brasil

>>Somente com SUV Seltos, Kia vende mais que VW, Renault e Ford na Índia

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar