Destaque Novidades

Renault mata Scénic pouco depois que a Citroën enterrou a Picasso

Grande quarteto de ouro das minivans constituído por Citroën Picasso, Renault Scénic e Chevrolet Zafira/Meriva agora está totalmente morto
Renault Scénic 4ª geração [divulgação]
Renault Scénic 4ª geração [divulgação]

A decadência das minivans já era algo visto pelo mercado há um bom tempo. Prova disso é que a Chevrolet Spin é o único modelo do segmento produzido no Brasil. Contudo, 2021 parece ser o ano que o último prego no caixão desses modelos familiares será pregado. Isso porque depois que a Citroën matou a Picasso, a Renault aposentou a Scénic.

No começo dos anos 2000, quatro minivans eram as rainhas do segmento tanto no Brasil quanto na Europa: Renault Scénic, Citroën Xsara Picasso (depois C4 Picasso) e as Opel/Chevrolet/Vauxhall Meriva e Zafira. Os modelos da Opel e demais marcas que pertenciam à GM já haviam desistido do segmento há mais tempo.

A Meriva morreu em 2017, sendo substituída pelo SUV compacto Crossland X. Modelo que, vale lembrar, foi desenvolvido junto da PSA antes de a GM vender a Opel e a Vauxhall para o grupo francês, hoje parte da Stellantis. A Zafira, por outro lado, saiu de linha em 2019, mas seu nome ainda é usado pela versão de passageiros Opel da Citroën Jumpy/Peugeot Expert.

Renault Scénic 1ª geração [divulgação]
Renault Scénic 1ª geração [divulgação]
Já a linha Picasso da Citroën teve maior longevidade. A C4 Picasso perdeu o sobrenome do pintor francês em 2019 por conta do fim do acordo da PSA. O nome SpaceTourer passou a ser usado, mas o modelo de cinco lugares morreu pouco depois. A Grand C4 Picasso / Grand C4 SpaceTourer, no entanto, sobreviveu até o mês passado.

O adeus à Scénic

Agora chega a vez da Renault Scénic bater as botas. Coincidência ou não, o modelo de cinco lugares foi o primeiro a ser descontinuado, segundo informações da Caradisiac. A Renault já não aceita mais pedidos pela minivan de cinco lugares, enquanto a Grand Scénic deve assinar os papeis da aposentadoria nos próximos meses.

Renault Scénic 2ª geração [divulgação]
Renault Scénic 2ª geração [divulgação]
O destino final da minivan da Renault se dá por conta das vendas baixíssimas. A primeira geração, única produzida no Brasil, vendeu 2,8 milhões de unidades durante seu ciclo de vida. O modelo atual, por outro lado, teve apenas 20.678 unidades vendidas no ano passado. Há dez anos, a Scénic vendia 160.159 unidades por ano.

Ao todo, foram quatro gerações, sendo que a partir da segunda ela passou a ser vendida nas versões cinco e sete lugares (Grand Scénic). Apenas a primeira geração antes da reestilização era chamada de Mégane Scénic, mas o nome do hatch médio foi logo abandonado. Rumores apontam que a Scénic deve voltar como SUV elétrico de sete lugares.

Renault Scénic 3ª geração [divulgação]
Renault Scénic 3ª geração [divulgação]

>>Renault vai vender a marca Lada por menos de R$ 1 para a Rússia

>>Prestes a ser lançado, Citroën C3 2023 tem novos detalhes revelados

>>Citroën mata a última minivan Picasso, que já nem usava esse nome

Sobre o autor

João Brigato

2 Comentários

Clique aqui para comentar