Destaque Novidades

Renault Mégane agora é um SUV 100% elétrico com porte de VW Nivus

Apostando em eletrificação e estilo esportivo, Renault Mégane agora está mais próximo de um Volkswagen Nivus do que do Golf
Renault Mégane E-Tech [divulgação]
Renault Mégane E-Tech [divulgação]

Por anos, o Renault Mégane foi uma das alternativas francesas ao rei do segmento, Volkswagen Golf. A primeira geração tinha estilo hatch de dois volumes e meio, enquanto a segunda era polêmica com sua traseira arrebitada. Ele passou por mais duas gerações como um hatch médio comum, mas resolveu agora se converter a um SUV com porte de VW Nivus.

E mais do que isso: o ex-hatch médio agora é um carro 100% elétrico. A nova geração oficialmente chamada de Renault Mégane E-Tech traz duas opções de motor elétrico: 130 cv e 25,5 kgfm de torque ou 218 cv e 30,6 kgfm. No modelo mais potente são precisos 7,4 segundos para chegar aos 100 km/h, mas a velocidade máxima é de 160 km/h.

A Renault oferecerá ao novo Mégane duas opções de baterias. Ambas produzidas pela LG, as capacidades variam entre 40 kWh para autonomia de 299 km ou 60 kWh para rodar 470 km. Segundo a marca, são precisas 8 horas em um wallbox de 7,4 kW para recuperar 400 km de autonomia, tempo que baixa para meia hora em um carregador rápido de 130 kW.

Renault Mégane E-Tech [divulgação]
Renault Mégane E-Tech [divulgação]
Na parte tecnológica, o Renault Mégane 2022 traz diversos sistemas de condução autônoma. Mas um dos maiores destaques está no Full Auto Park que é capaz de estacionar o SUV elétrico completamente sozinho sem qualquer tipo de intervenção do motorista. A central multimídia traz integração com o Google, incluindo comandos de voz via Google Assistente e Maps.

Tipo SUV

Como se muita gente já não reclamasse que todo os carros estão virando SUVs, o Renault Mégane aderiu a essa moda. Mas grande parte disso se da por conta da necessidade de manter o espaço interno farto e as baterias em um mesmo conjunto. Além disso, SUVs vendem mais que hatches, o que faz sentido para a mudança.

Renault Mégane E-Tech [divulgação]
Renault Mégane E-Tech [divulgação]
Com isso, o Mégane E-Tech agora tem 4,21 m de comprimento, 1,78 m de largura, 1,50 m de altura e 2,70 m de entre-eixos. É um porte parecido com o VW Nivus, que registra 4,26 m de comprimento, 1,75 m de largura, 1,52 m de altura e entre-eixos de 2,56 m. Em relação ao Mégane antigo, o novo é 14 cm mais curto, 6 cm mais alto e 3 cm mais estreito.

O visual segue exatamente o mesmo do modelo conceitual e é o primeiro carro de produção da Renault com novo logotipo. A dianteira carrega faróis finos de LED interligados por um friso preto. Há prolongamentos em LED pelo para-choque, se fundindo com as aberturas de ar inferiores que contam com pintura contrastante.

Renault Mégane E-Tech [divulgação]
Renault Mégane E-Tech [divulgação]
De lado é que fica evidente seu lado SUV. As rodas de liga-leve são grandes e são acompanhadas por caixas de roda bem marcadas e decoradas com plásticos pretos. Aliás, o artifício de todo modelo aventureiro para parecer mais alto e parrudo foi usado nos quatro cantos do Mégane.

Lanternas conectadas compõem o visual da traseira do modelo elétrico com direito a logotipo bem ao centro delas. Um elemento plástico em cor contrastante no final do para-choque ajuda a deixar a traseira do Mégane menos volumosa.

[divulgação]
[divulgação]

Em L

Futurista, o interior do novo Renault Mégane traz como destaque duas telas de 12 polegadas. A primeira é para o painel de instrumentos, com layout mais horizontal. Já a central multimídia fica em uma tela vertical, formando um L entre as duas telas.

O volante tem formato irregular, como um quadrado arredondado. Há ainda iluminação ambiente configurável em diversos tons diferentes, console central alto e luzes de LED decorativas pela cabine. Nas versões de base, o painel será revestido em plástico emborrachado, enquanto nas mais caras, o Renault recebe couro falso.

[divulgação]
[divulgação]

>>Renault Duster capota em impacto lateral do Latin NCAP e zera teste

>>Kwid já chega aos R$ 60 mil em novo reajuste em agosto

>>Flagra: Renault Kwid 2023 terá farois com LED e rodas de liga-leve

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar