Destaque Novidades

Renegade Limited 4×2 será grande novidade da linha 2023 do Jeep

Recentemente reestilizado, mas ainda na linha 2022, Jeep Renegade 2023 terá versão Limited de volta ao catálogo
Jeep Renegade 2023
Renegade S [divulgação]

Assim como revelou que a Ford já tem registrada no Brasil a Maverick XLT, a tabela de consumo do INMETRO estragou um segredo da Jeep para a linha 2023 do Renegade. Para preencher a enorme lacuna existente entre o Longitude 4×2 de R$ 142.590 e as versões Série S 4×4 e Trailhawk 4×4 de R$ 169.090, o SUV terá de volta a versão Limited.

O registro no INMETRO revelou que o Jeep Renegade Limited será a nova versão topo de linha com tração dianteira na configuração 4×2. O preço deve figurar na lista dos R$ 150 mil e é possível que ele tenha a mesma lista de itens de série das versões Série S e Trailhawk sem, é claro, a tração nas quatro rodas.

Hoje o Renegade Longitude deve às versõ0es Trailhawk e Série S itens como assistente de farol alto, sensor de estacionamento dianteiro, alerta de ponto cego, alerta de tráfego cruzado, park assist, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de chuva, chave presencial e partida remota do motor. Até o teto solar, que é opcional nos modelos 4×4, inexiste como opção aos 4×2.

Esses itens devem ser incorporados ao novo Renegade Limited como uma maneira de torná-lo mais competitivo frente aos rivais bem equipados e sempre com tração na dianteira. Assim, a Jeep deixa como opção o 4×4 somente para aqueles que de fato necessitam da tração nas quatro rodas, não para aqueles que só querem um Renegade mais equipado.

Câmbio depende da tração

A indicação de que o Jeep Renegade Limited 2023 terá tração dianteira é o fato de que ele é equipado com transmissão automática de seis marchas. Todo Renegade tem motor 1.3 quatro cilindros turbo de 185 cv e 27,5 kgfm de torque. Contudo, os modelos Longitude e Sport usam transmissão automática de seis marchas e tração dianteira.

Renegade Trailhawk [divulgação]
Já os Série S e Trailhawk contam com tração 4×4 e câmbio automático de nove marchas. A tração nas quatro rodas obrigatoriamente traz a transmissão de nove marchas, já que a primeira atua como reduzida nesse modelo. Foi assim que a Jeep conseguiu usar motor diesel em Compass e Commander, além do próprio Renegade por um tempo.

O lançamento deve ficar para o começo do segundo semestre junto de algumas mudanças e adições de equipamentos para as outras versões. Espere pelo Limited equipado com rodas de 19 polegadas e mais cromados na carroceria que a versão Longitude.

>>Ford Maverick por menos de R$200mil pode estar nos planos para o Brasil

>>Jeep Renegade Trailhawk quebra todos os estigmas do meme | Avaliação

>>Jeep confirma novo Cherokee e SUV ficará acima do Commander

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

  • Não deveria nem lançar. Carro ruim sem novidade alguma Esse carro é a maior vergonha automotiva que ja existe por aqui. E Infelizmente o brasileiro aceita compra qualquer porcaria pricipalmente da fiat e a Jeep Só leigo compra essa coisa ai. e Brasileiro é feito de trouxa mesmo.
    por 150 mil tem opções melhores 150 mil num carro fraco ultrapassado isso ai não passa de um pulse
    Loucura deixar de comrpa o novo 2008 2023 ou Kicks ou Creta pra compra essa gambiarra mal feita.