Destaque Novidades Serviço

Saiba como solicitar a Permissão Internacional de Dirigir (PID)

Documento é válido para mais de 100 países no mundo
(reprodução)

Se você faz parte da turma que vai viajar para a Copa do Mundo na Rússia e vai querer dirigir por lá, saiba que é necessário portar um documento importante: a PID, ou Permissão Internacional de Dirigir.

Para quem não sabe, a PID é basicamente uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) válida para mais de 100 países. No entanto, ela se parece com um passaporte e vem traduzida em oito idiomas, sendo obrigatória para motoristas que planejam dirigir em um dos 153 países signatários da Convenção de Viena – acordo sobre trânsito viário assinado em 1968, no qual a Rússia faz parte. Sua validade máxima é de três anos, ou até a CNH do motorista vencer, a que ocorrer primeiro.

PID (divulgação)

O documento pode ser solicitado tanto pela internet quanto presencialmente nos postos do Detran-SP. Para solicitar pela internet, basta acessar o site oficial do Detran-SP e se cadastrar, depois clicar em ‘CNH – Habilitação’, em ‘Dirigir no Exterior’ e depois em ‘Tem habilitação no Brasil e quer dirigir no exterior? Solicite a PID’.

Já para pedir a PID presencialmente, é preciso ir até um posto do Detran-SP com a CNH original, uma cópia simples e comprovante de pagamento original da taxa de emissão, que sai por R$ 282,70. Quem pede pela internet ainda tem que desembolsar mais R$ 11 para receber o documento em casa pelos Correios.

De acordo com a Embaixada do Brasil em Moscou, outra opção é o motorista usar a CNH brasileira junto de uma via traduzida oficialmente em russo. Para fazer esse processo, é preciso procurar um profissional credenciado para traduções juramentadas.

Como é dirigir na Rússia

Na Rússia as vias têm mão francesa, com o trânsito fluindo no mesmo sentido que no Brasil. Já os limites de velocidade ficam entre 60 e 90 km/h nas zonas urbanas e rodovias, e 100 km/h em estradas, semelhante ao praticado por aqui. É igual também a tolerância zero para quem bebe e assume o volante, com a Rússia contando com leis bem rígidas para quem é flagrado dirigindo sob efeito de álcool.

O bicho pega nas placas de trânsito que, embora tenham figuras e formatos iguais para ajudar a entender os símbolos, as placas de orientação são escritas em alfabeto cirílico. Ou seja, vale a pena dar uma estudada antes de dirigir pelas vias russas.

Veja mais:

>> CNH digital é lançada em São Paulo

>> Governo cancela medida que exigia curso e prova para renovar CNH

>> Prevista para 2019, inspeção veicular é suspensa

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram

Jocar