Curiosidades Destaque Mercado Novidades

Toyota Corolla: quantos salários mínimos necessários para comprar um?

Brasileiros tem que trabalhar 7 vezes mais que estadunidenses, japoneses e alemães para ter um carro idêntico
Corolla
Toyota Corolla Hybrid [divulgação]

Não é segredo para ninguém que os carros no Brasil custam caro, especialmente quando considerado o custo de vida nacional. Hoje com a desvalorização do real, os valores dos nossos automóveis parecem atrativos quando convertidos para dólar, mas a realidade do poder de compra do brasileiro é bem diferente.

Por isso, um comparativo mais justo entre o preço dos carros vendidos no Brasil e em outros países do mundo é tomando como base o salário mínimo de cada local. Para equilibrar o jogo, selecionamos o Toyota Corolla Hybrid para servir como referencial, visto que ele é vendido em diversos países exatamente com o mesmo motor e visual oferecido no Brasil.

Há de considerar que o modelo japonês, americano e australiano possuem dianteira e traseira levemente modificadas em relação ao Corolla oferecido no Brasil e no restante do mundo. Foi considerado também o valor da versão híbrida mais barata em cada país.

Brasil – 131,9 salários mínimos

Com salário mínimo fixado em R$ 1.045 em 2020, o brasileiro precisa trabalhar 131,9 meses para conseguir comprar um Toyota Corolla Hybrid na versão Altis com um salário mínimo. O sedã, vale lembrar, custa R$137.890.

Argentina – 117,4 salários mínimos

Apesar de receber o Corolla importado do Brasil, os argentinos precisam de 117,4 meses de salário mínimo, fixado em 16.875 pesos argentinos para comprar a versão híbrida do modelo. Por lá ele é vendido a 1.982.200 pesos, um preço que pode até assustar, mas a moeda argentina é pouco valorizada.

Estados Unidos – 18,6 salários mínimos

Enquanto no Brasil o Toyota Corolla é considerado um carro de classe média, nos Estados Unidos ele é um modelo popular e comumente é visto com estudantes ou profissionais em início de carreira. Para comprar um Corolla híbrido por lá por US$ 23.400, o estadunidense precisa juntar 18,6 meses de seu salário mínimo de US$ 1.256,70.

Corolla
Toyota Corolla americano [divulgação]
Alemanha – 17,7 salários mínimos

Lá na Europa, o Toyota Corolla híbrido é encontrado em variantes hatch, perua e sedã. O sedã híbrido mais barato sai por 27.567 euros na Alemanha. Assim, são necessários apenas 17,7 meses de salário mínimo fixado em 1.557 euros para colocar um Corolla zero km na garagem.

Reino Unido – 17,3 salários mínimos

Com salário mínimo um pouco inferior ao da Alemanha, 1.524,52 euros contra 1.557 euros, os britânicos também pagam um pouco menos em um Corolla Hybrid novo. São 26.476 euros pela versão mais barata, o que faz com que sejam necessários 17,3 meses de trabalho.

Japão – 17,3 salários mínimos

Empatado com o Reino Unido, o Japão é o único país em que o Toyota Corolla é menor que a versão brasileira. Apesar disso, custa aos japoneses 2.750.000 ienes e requer 17,3 meses de trabalho de um cidadão que ganha o salário mínimo de 158.576 iens.

Coroll
Toyota Corolla Hybrid japonês [divulgação]
China – 64,4 salários mínimos

Sem um salário mínimo estabelecido em toda a China, tomamos como base o valor do pagamento de Xangai, o maior do país. Com 2.480 yuan por mês, um trabalhador chinês precisa de praticamente metade do tempo de um brasileiro (64,4 meses contra 131,9 meses) para comprar um Corolla Hybrid de 159.800 yuan.

México – 155,4 salários mínimos

Único país da lista a superar o Brasil em quantidade de salários mínimos necessários para comprar um Toyota Corolla, o México requer 155,4 meses de trabalho por conta do piso de pagamento de 2.710,84 pesos. Por lá, um Corolla Hybrid custa no mínimo 421.300 pesos.

Austrália – 10,2 salários mínimos

Na lista, a Austrália é o segundo país em que o trabalhador demora menos tempo para comprar um Corolla Hybrid com o valor de seu salário mínimo. São 30.307 dólares australianos pelo sedã, enquanto o salário fica em 2.963,20 dólares.

Emirados Árabes – 8,9 salários mínimos

Tal qual a Austrália, os Emirados Árabes são os únicos países em que é necessário menos de um ano de trabalho para comprar um Corolla. Apesar disso, o salário mínimo de 9.400 Dihasm é apenas indicado, não obrigatório. Já os 83.900 Dihams cobrados pelo Corolla Hybrid mais barato são tabelados.

>>Toyota Hilux e SW4 mudam na linha 2021

>>Toyota Corolla 2020 está ainda mais caro

>>Toyota Corolla Cross é revelado na Tailândia

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

  • É interessante o foco sobre os preços de veículos vendidos no Brasil em comparação com os vendidos em outros países, EUA em particular. A JUSTIFICATIVA fica por conta do nosso sistema político, onde tudo é feito em favor do financiamento de um LEGISLATIVO que faz as matérias das leis em causa própria. Afinal, pra que serve o povo senão para financiar os absurdos desses políticos.

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva