Destaque Novidades

Scénic poderá voltar a ser uma variante do Renault Mégane

Nascida Mégane Scénic, minivan pode se tornar um SUV elétrico de sete lugares derivada do novo Renault Mégane
Renault Scénic [divulgação]
Renault Scénic [divulgação]

Primeiro carro da Renault produzido no Brasil, a Scénic pode voltar à família Mégane em breve. Lançada em 1996 como Mégane Scénic, a minivan se emancipou em 1999 quando passou pela primeira reforma visual. Mas tudo pode mudar, inclusive ela pode trocar de categoria.

A próxima geração do Mégane se transformará de hatch em SUV elétrico. O modelo ficará maior, mais parrudo e não terá mais motorização a combustão. Isso tudo foi antecipado pelo conceito Mégane eVision. E nessa transformação, a Scénic também pode virar um SUV.

A ideia seria que o novo Mégane Scénic fosse um SUV de sete lugares totalmente elétrico, basicamente uma versão alongada do novo Mégane. Segundo o Autoblog.it, isso se dá por conta das baixíssimas vendas da minivan, sua irmã Grand Scénic e até da Espace.

Renault Grand Scénic [divulgação]
Renault Grand Scénic [divulgação]
Essa substituição ocorrerá somente em 2023 e poderá dar fim às três minivans da Renault. O nome Espace, no entanto, também seria reaproveitado. É possível que a marca francesa passe a usar o nome na versão de passageiros da minivan Trafic. A estratégia é a mesma da Opel que usa Zafira para a versão de passageiros da van Vivaro.

Scénic volta ao Brasil?

Enquanto isso aqui no Brasil, a Renault prometeu lançar mais um carro elétrico além do Zoe renovado. Nos próximos anos, a marca pretende ter dois veículos totalmente elétricos em solo nacional. As maiores apostas recaem sobre o Kwid elétrico, vendido na Europa como Dacia Spring.

Renault Mégane eVision [divulgação]
Renault Mégane eVision [divulgação]
Contudo, a Renault também pode vender o Mégane novo por aqui. O nome tem apelo e o modelo seria um SUV 100% elétrico, pronto para concorrer em um segmento que hoje tem apenas os modelos da JAC. Resta saber se a Renault quer mirar nos elétricos mais caros com o Mégane ou na porta de entrada com o Kwid.

>>Mercedes revela conceito de van elétrica baseada no Renault Kangoo

>>Renault Zoe evolui tanto que parece outro carro | Impressões

>>Flagra: Renault testa novo motor no Kwid para 2022

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar