Destaque Mercado

Setor de motos é o único segmento com vendas em alta

Enquanto as vendas de carros e de veículos pesados está em queda, as motos contam com o melhor desempenho em sete anos
Shineray SHI 175 [divulgação]
Shineray SHI 175 [divulgação]

As motos estão em alta no Brasil. De acordo com os números de vendas divulgados pela Fenabrave nesta semana, o segmento das duas rodas é o único com vendas em alta em 2022. Todos os demais, inclusive o de automóveis e comerciais leves, estão em queda quando comparados ao mesmo período de 2021.

É verdade que julho apresentou um recuo nas vendas quando comparado com junho. No último mês, foram emplacadas 107,6 mil motos, número 11% menor que nos 30 dias anteriores. Porém, praticamente todas as marcas fizeram férias coletivas em suas fábricas em julho, o que impactou o número de vendas.

Mesmo com a queda em julho, o setor de motos cresceu 18,16% nos sete primeiros meses de 2022, quando comparado com 2021. De janeiro a julho deste ano foram vendidas 744.311 motos, enquanto que no mesmo período do ano passado o número foi de 629.893.

Yamaha Fazer FZ25 Thor [divulgação]
Yamaha Fazer FZ25 Thor [divulgação]
Como comparação, o segmento de automóveis e de comerciais leves, juntos, somam 201.835 unidades no acumulado deste ano. Em 2021, de janeiro a julho, foram 241.283, uma queda de 16,35%. Já o setor de caminhões registra uma pequena queda de 1,24% nas vendas deste ano, enquanto que as vendas de ônibus estão 1,11% menores em 2022.

Vendas de motos em alta

E a tendência é que o segmento das motos siga aquecido. Além de agosto ter mais dias úteis que julho, há novas motos sendo lançadas, como a nova Shineray SHI 175, sem contar as linhas 2023 dos modelos que já são vendidos, o que pode movimentar ainda mais as vendas. Ou seja, enquanto que nos carros e picapes a tendência é encerrar o ano com um recuo nas vendas, tudo indica que nas motos a situação será exatamente o oposto.

>> Moto elétrica do iFood custa pouco mais que uma Honda Pop 110i

>> BMW R 18 tem pré-venda anunciada no Brasil

>> Nova Suzuki Hayabusa é confirmada no Brasil por R$ 124.500

Sobre o autor

Leo Alves

Comente

Clique aqui para comentar