Destaque Especial Novidades

Shelby GT500: um Mustang com mais de 700 cv para engolir superesportivos

Muscle car tem motor V8 5.2 com compressor mecânico e acelera de 0-100 km/h em 3,5 s
Shelby GT500 (divulgação)

Um ano após mostrar o primeiro teaser, a Ford revelou no Salão de Detroit o novo Shelby GT500, a versão mais endiabrada do Mustang. E não é só isso: com sua chegada, agora ele detém o título de carro de rua mais potente já feito pela Ford em sua história, já que a brincadeira aqui passa dos 700 cv!

Assim como manda a cartilha, esse Shelby GT500 traz visual bastante agressivo, principalmente por conta da grade dianteira dupla que permite um fluxo de ar de resfriamento 50% maior que o do Shelby GT350. Ele chama a atenção também pelo capô com desenho aerodinâmico e os para-lamas dianteiros mais largos, que acomodam rodas de 20 polegadas. Na traseira, há um difusor que acomoda quatro saídas de escape e um grande aerofólio que pode ser ajustável.

Shelby GT500 (divulgação)

Mas vamos falar do que todos querem saber: o Shelby GT500 ostenta debaixo do capô um V8 5.2 dotado de compressor mecânico e feito artesanalmente, que gera mais de 700 cv de potência. De acordo com a Ford performance, divisão responsável por preparar essa máquina, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em cerca de 3,5 segundos e a arrancada no quarto de milha (0-400 metros) é feita em apenas 11s.

Itens como cardã de fibra de carbono, freios dianteiros de 420 mm, suspensão ativa MagneRide e intercooler ar-liquído também são uns dos destaques do muscle car.

Shelby GT500 (divulgação)

Enquanto o Shelby GT350 traz câmbio manual, o GT500 é equipado com uma caixa automatizada de dupla embreagem de sete velocidades, que é capaz de fazer as trocas de marchas em apenas 100 milisegundos. Essa transmissão é projetada para funcionar com vários modos de condução: normal, chuva, esporte, arrancada e pista, e ainda conta com recursos como modo burnout line-lock (bloqueia as rodas dianteiras para aquecimento dos pneus traseiros) e controle de largada.

Pulando para a cabine, o Shelby GT500 traz ares de carro de corrida por conta dos apliques de fibra de carbono, painéis das portas com revestimento em camurça e bancos da Recaro com apoios laterais firmes. Há ainda o painel de instrumentos digital com tela de 12”, central multimídia com tela de 8 polegadas e sistema de som com 12 alto-falantes caso o motorista não queira apenas ouvir o ronco do V8 – o que é difícil.

O resumo da ópera é: Chevrolet Camaro ZL1 e Dodge Challenger Hellcat que se cuidem.

Shelby GT500 (divulgação)

Veja a mais:

>> Novo Toyota Supra: esportivo renasce com DNA alemão

>> Mustang GT liberta ronco do V8 em Interlagos

>> Camaro 2019 tem novo visual e câmbio de 10 marchas

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva