Novidades Serviço

Startup promete comprar seu carro usado com valor justo

Volanty faz intermédio da compra e venda de veículos entre pessoas físicas
Garagem da Volanty (divulgação)

Vender ou comprar um carro usado é uma tarefa que demanda tempo e paciência. Mas no mercado de vendas de carros usados e seminovos surgiu uma startup chamada Volanty, que promete facilitar as negociações ao fazer a “ponte” entre os dois lados: compradores e vendedores — sempre de pessoas físicas.

Para quem pretende vender o carro, basta acessar o site, cadastrar o veículo e agendar uma visita nos centros de inspeção da Volanty, que tem pontos na Barra da Tijuca e no Botafogo — ambos no Rio de Janeiro. No dia da inspeção, mecânicos especializados da plataforma checam em 20 minutos tanto a parte mecânica quanto a estética do veículo. Depois de aprovado, ele vai para um estúdio onde são feitas fotos da sua parte interna e externa.

Após essa fase, o carro já é anunciado no mesmo dia nas principais plataformas de classificados (Mercado Livre, OLX, etc). Vale lembrar que o proprietário continua usando seu veículo normalmente, enquanto a startup cuida de todo o processo (da criação do anúncio até a finalização da venda).

A vantagem para o consumidor é que a empresa tem uma margem reduzida de 7% em cima de cada venda, enquanto lojas de usados costumam depreciar o valor do carro em até 30%. O preço de cada automóvel anunciado é definido pela plataforma, com base no mercado.

Garagem da Volanty (divulgação)

Já para quem precisa comprar um carro, conta com opções de garantia e financiamento (com os bancos Itaú, Bradesco e Santander). Segundo a Volanty, o consumidor tem “carros pré-selecionados e com procedência certificada”, e inclui a informação de todos os detalhes do veículo antes das visitas.

“A Volanty é mais eficiente em termos de custos e menos intensiva em capital do que uma concessionária típica, uma vez que opera sem salas de exposição extravagantes e sem custos iniciais para a aquisição de estoques”, comenta Maurício Feldman, sócio-fundador da Volanty.

A startup planeja investir pesado no mercado de compra e venda de veículos seminovos, pois cerca de 10 milhões de carros usados são negociados todos os anos no Brasil. Até o final de 2018, a Volanty deve abrir até dez novas “garagens” para transação de veículos no Rio de Janeiro e São Paulo.

Veja mais:

>> Aplicativo promete facilitar chamada de guincho

>> Novo aplicativo permite comprar, vender e alugar carros

>> Mercado: Kwid se recupera e Polo mantém “pegada” em fevereiro

Sobre o autor

Avatar

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva