Destaque Novidades

Stellantis investirá em mais SUVs para Alfa Romeo e Citroën

Citroën admite que as minivans morreram e Alfa Romeo prepara um SUV com porte de Jeep Renegade
Citroën C4 [divulgação]
Citroën C4 [divulgação]

Se você já está enjoado de tantos SUVs, é bom se preparar porque mais modelos nessa categoria vem por aí. Prova disso é que a Stellantis prepara novos SUVs para as marcas Citroën e Alfa Romeo. Mas para isso, alguns sacrifícios devem ser feitos e entre eles o das minivans.

Em entrevista à Autocar, o CEO da Citroën, Vincent Cobée, admitiu que a Citroën é a “última dos moicanos há vários anos”. Especificamente ele se refere ao fato de que a marca é a única que ainda tem uma minivan de porte médio à venda na Europa. No caso, trata-se da linha C4 Picasso (hoje chamada de C4 SpaceTourer por lá).

O executivo ainda afirmou que “continuaremos a vender a C4 Picasso enquanto pudermos e tivermos consumidores para isso”. Contudo, uma nova geração está totalmente descartada. Para seu lugar, a marca acredita que a segunda geração do C3 Aircross será suficiente. O SUV compacto ficará maior e mais espaçoso justamente para substituir as minivans.

Citroën C3 Aircross 2021 [divulgação]
Citroën C3 Aircross 2021 [divulgação]
Querendo ou não, as famílias passaram a optar pelos SUVs em detrimento das minivans por entregar praticidade semelhante. Ambos têm posição de dirigir elevada, espaço interno mais generoso e medidas externas comedidas, no caso dos SUVs compactos. Entretanto, as minivans são ainda mais espaçosas e práticas.

Renegade e Compass da Alfa Romeo

Do outro lado do portfólio de marcas da Stellantis, temos a Alfa Romeo deixando mais do que claro que precisa de SUVs para crescer. Em entrevista à Autonews, Jean-Philliipe Imparato, chefe executivo da marca italiana, reforço que “Eu preciso estar no segmento B-SUV (compactos) e C-SUV (médios)”.

Alfa Romeo Tonale Concept (divulgação)

O executivo afirma que isso é parte da estratégia da Alfa Romeo para voltar a crescer. Afinal, a Stellantis deu dez anos para que ela, Lancia, DS e Chrysler voltem a lucrar ou serão definitivamente cortadas do grupo: “premium não é questão de tamanho. Preciso que a Alfa Romeo esteja nos maiores segmentos do mundo”.

Apenas na Europa, o volume anual de vendas de SUVs médios gira em torno de 2,5 a 3 milhões de carros por ano. Entre os compactos, o volume é de 2 milhões por ano no Velho Continente. Por conta disso, a Alfa Romeo lançará em março de 2022 o Tonale baseado no Jeep Compass. Para 2023, estreia o Brenero, baseado no Peugeot 2008 e com porte compacto.

Alfa Romeo Tonale Concept (divulgação)

>>Kia Stonic no Brasil encarará Fiat Pulse com preço de Jeep Renegade

>>Jeep Compass flerta com o segmento de luxo com diesel | Avaliação

>>Citroën Ami Cargo é o menor e mais simpático furgão do mundo

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar