Destaque

Sucessor do Citroën C3 brasileiro é flagrado com visual de mini SUV

Depois de quase uma década sem mudanças, Citroën C3 ganhará um sucessor nada convencional
Sucessor do Citroën C3 [@rahul_auto_spy]
Sucessor do Citroën C3 [@rahul_auto_spy]

Citroën e Peugeot estão em um árduo trabalho de recuperação e expansão em mercados chave, como a América Latina. Apesar de recentemente cancelar o promissor Peugeot 2008 segunda geração, a PSA prepara uma chuva de novidades para renovar o portfólio das duas marcas, incluindo um tão esperado sucessor para o Citroën C3.

Lançado em 2012 e sem nenhuma alteração estética desde então, o Citroën C3 brasileiro não será substituído por seu equivalente europeu. A PSA prepara uma família de novos compactos de baixo custo, frutos do projeto SmartCar, para substituir C3 e Aircross no Brasil e ampliar sua participação na China, Índia e América Latina.

E justamente da Índia que veio o primeiro flagra desse projeto. Pego pelo perfil @rahul_auto_spy, o modelo pesadamente camuflado é o sucessor do Citroën C3.  Conhecido internamente pelo código-projeto C21, ele poderá nem mesmo se chamar C3, para não confundir com o modelo europeu.

Sucessor do Citroën C3 [@rahul_auto_spy]
Sucessor do Citroën C3 [@rahul_auto_spy]
Efeito Kwid

Seguindo a estratégia feita com o Kwid, que transformou um hatch subcompacto em algo que muita gente vê como um SUV (apesar de isso ser forçar a barra), o novo C3 será um hatch com pegada aventureira. A carroceria alta, volumosa e com boa área envidraçada forma o caráter de utilitário do novo hatch.

Como todos os novos Citroën, o modelo terá parte inferior da carroceria revestida em plásticos pretos, além de ganhar caixas de roda com molduras típicas de SUVs. É parte da atual estratégia de design da marca francesa e que faz com que todos os seus modelos pareçam mais robustos e tenham uma certa pegada aventureira.

Citroën C3 2021 europeu será inspiração para o modelo brasileiro (divulgação)

Tal qual o novo Citroën C4, o sucessor de baixo custo do C3 terá faróis em X conectados por um friso cromado que da o tom do logotipo da Citroën. Na traseira, lanternas finas e conectadas lembrarão a fórmula usada pelo Peugeot 208 que começou a ser produzido na Argentina.

No flagra é possível notar que o novo Citroën C3 terá coluna A pintada em preto para produzir efeito flutuante no teto, seguindo a tendência dos SUVs e finalmente rompendo com o formato em arco que persiste desde a primeira geração do hatch compacto. Os retrovisores, curiosamente, são iguais do modelo atual.

Citroën C4 [divulgação]
Citroën C4 europeu [divulgação]
Plataforma de 208

Além desses novo C3, a Citroën prepara também um SUV compacto que substituirá o Aircross, que não passa de uma minivan com roupagem aventureira. Ainda se sabe pouco sobre ele, mas é provável que tenha menos de 4 metros de comprimento para se enquadras nas leis indianas de incentivos fiscais.

Além disso, esse novo SUV precisará ficar abaixo do C4 Cactus, que atualmente é o campeão de vendas da Citroën, tanto em porte quanto em preço. Haverá também um inédito sedã compacto para concorrer com Chevrolet Onix Plus, Ford Ka Sedan e Volkswagen Virtus. Todos serão feitos sobre a plataforma CMP do novo 208 e produzidos em Porto Real, Rio de Janeiro, além de Índia e China.

>>Novo Citroën C4 aposta em motorização elétrica

>>Peugeot descarta novo SUV 2008 para Brasil e Argentina por enquanto

>>Nova plataforma eVMP da PSA dará origem aos novos Astra e 3008

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva