Destaque Novidades

Sucessor do Passat: Volkswagen apresenta o ID.Aero 100% elétrico

Assim como a Kombi agora tem uma versão totalmente elétrica, o Volkswagen Passat será substituído pelo novo ID.Aero
Passat
Volkswagen ID.Aero [divulgação]

Grandes ícones da Volkswagen estão retornando como modelos totalmente elétricos. Meses depois de enterrar o Passat sedã para sempre (o modelo segue à venda somente como perua Passat Variant), a marca alemã apresentou seu substituto elétrico. O inédito ID.Aero ainda é um conceito, mas terá um papel ainda mais importante que o da ID.Buzz, a Kombi elétrica.

Enquanto o mercado está ávido pelos SUVs a combustão e também aprecia bastante os elétricos, são os sedãs movidos a bateria que definem o que a marca é. Modelos com o Porsche Taycan, Tesla Model S, BYD Han e Audi e-tron GT são os grandes representantes de suas marcas quando se trata de carro elétrico. E todos são sedãs.

Como a Volkswagen não quer ficar de fora desse universo, o ID.Aero tentará repetir o sucesso que o Passat teve no passado, mas que não conseguiu mais obter no mundo moderno dominado por SUVs. Sorte dele que os sedãs ainda são bem vistos por aqueles que compram carros elétricos. Além disso, será a grande vitrine da linha ID da VW.

Passat
Volkswagen ID.Aero [divulgação]
Apesar do jeito de carro de produção, ele ainda é um conceito. A Volkswagen pode mudar um detalhe aqui ou acolá no ID.Aero, mas o Passat elétrico está pronto. Nascido a partir da plataforma MEB, o modelo compartilha diversos componentes com os irmãos ID.3 e ID.4 cotados para o Brasil, assim como os modelos ID.5, ID.6 e ID.Buzz (Kombi elétrica).

Por isso, é bastante provável que o Volkswagen ID.Aero use o conjunto mais potente da família. Trata-se do layout de dois motores do ID.4 GTX e do ID.5 GTX. São 299 cv e 46,9 kgfm de torque que catapultam os SUVs aos 100 km/h em 6,2 segundos. Como o ID.Aero é um sedã mais leve e mais aerodinâmico, deverá ser mais rápido.

Volkswagen ID.Aero [divulgação]
Volkswagen ID.Aero [divulgação]

Rasga vento

A marca alemã não revelou nenhum detalhe mecânico sobre o Passat elétrico, por isso pode guardar algum segredo na manga. O modelo promete ser bastante econômico, já que tem coeficiente de arrasto de 0,23 e autonomia declarada de 620 km no ciclo WLTP europeu, que é menos exigente que o EPA norte-americano.

O estilo nitidamente voltado para a aerodinâmica fica evidente pelas linhas fluidas e poucos vincos fortes. A grade frontal iluminada conecta os dois faróis full-LED por uma barra luminosa na parte superior. Três filetes de LED completam o visual esportivo na abertura de ar inferior. Como todo modelo ID, o Aero tem rodas enormes.

Passat
Volkswagen ID.Aero [divulgação]
Esportivo, o perfil mostra maçanetas camufladas, teto arqueado e tampa traseira curta, quase como um hatch. Atrás, lanternas conectadas dão um certo ar de Passat, Virtus e Jetta ao ID.Aero, ainda que o visual seja mais limpo. Losangos de LED acompanhados por uma barra na parte superior formam o desenho interno da lanterna, que ainda tem o logo da VW em vermelho.

As linhas limpas dão destaque para o extrator de ar no para-choque que é acompanhado pelo refletor. A placa instalada na tampa do porta-malas tem transição para o restante da traseira feito de maneira suave. Imagens do interior não foram reveladas.

Volkswagen ID.Aero [divulgação]
Volkswagen ID.Aero [divulgação]

>>Fiat Scudo vai tomar o lugar que foi da Volkswagen Kombi? | Impressões

>>Conheça o VW Fusca moderno que custa mais que uma Ferrari

>>Volkswagen Virtus entra para o Livro dos Recordes

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar