Destaque Novidades

SUV elétrico Ford Mustang Mach-E é flagrado no Brasil em testes

Apresentado em um novo comercial da marca, o SUV 100% elétrico Ford Mustang Mach-E pode estar a caminho do Brasil para lançamento em 2022
Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]

Tanto nos EUA quanto na Europa, a Ford tem investido com força na eletrificação de sua linha de modelos. Com híbridos e elétricos, a marca do oval azul quer traçar seu caminho rumo ao mundo sem carros movidos a combustão. Mas e no Brasil? O último modelo ecologicamente correto foi o Fusion Hybrid. Mas isso pode mudar com o Mustang Mach-E.

Flagrado pelo jornalista Renato Maia do Falando de Carro em São Paulo, o Mustang Mach-E foi o primeiro carro 100% elétrico da Ford nessa era moderna. Mas para além do flagra, a marca colocou o SUV elétrico em um comercial em que apresenta toda a sua linha. Ou seja, onda há fumaça, há fogo.

Consultada pelo Auto+, a Ford não negou nem confirmou que o Mustang Mach-E será comercializado em nosso país. Porém a marca não testaria o modelo à toa e nem o colocaria em um comercial apenas para aparecer. As vendas, no entanto, devem acontecer somente a partir de 2022, depois do lançamento oficial da Maverick.

Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]
Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]

Mustang elétrico?

Igualmente polêmico e elogiado desde seu lançamento, o Ford Mustang Mach-E traz a essência do muscle-car no visual e na performance da versão GT, com a eletrificação total. Ele é construído sobre uma variante elétrica da plataforma C2 do Bronco Sport e da Maverick. Tanto que ele é produzido no México tal qual os dois modelos importados para o Brasil.

Com 4,73 m de comprimento, 1,88 m de largura e 1,62 m de altura, ele é um SUV com porte bastante próximo ao do Porsche Macan, que também tem pegada esportiva visualmente falando. Hoje a Ford oferece quatro configurações diferentes de potência, distribuídas em nove versões.

Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]
Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]
O modelo flagrado no Brasil era o Mach-E GT com tração integral e motor de 487 cv. Ele pode ter 82,9 kgfm de torque ou 87,7 kgfm com o pacote Performance Edition. A aceleração de 0 a 100 km/h é cumprida em 3,8 segundos no GT padrão e em 3,5 segundos no Performance Edition. Já a autonomia é de 500 km.

Há ainda versões mais mansas, como a Premium e a First Edition que trazem motor de 351 cv e 59,2 kgfm de torque. Com tração intetral, eles chegam a 100 km/h em 4,8 segundos e tem autonomia de 540 km.

Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]
Na família, a variante com maior autonomia é a de tração traseira com baterias de 88 kWh. A configuração com autonomia de 610 km é encontrada nas versões California Route 1 e Premium com 610 km. Nesse caso, a performance desce para 294 cv e 43,9 kgfm. Os 100 km são atingidos em 6,1 segundos.

Na linha Standard Range com baterias de 68 kWh, a Ford oferece também variantes de tração traseira ou integral, sempre nas versões Select e Premium. A potência é sempre de 270 cv, mas o torque muda de 59,1 kgfm na versão com tração integral para 43,9 kgfm no Mach-E com tração traseira.

Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]
Ford Mustang Mach-E [@falandodecarro]

>>Maverick tem potencial para incomodar a Fiat Toro | Impressões

>>Ford descarta Super Duty elétrica, mas Maverick pode ser eletrificada

>>Nova Ford Ranger só chega ao Brasil em 2023, mas terá motor V6

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar