Destaque Novidades

SUV sedã? Citroën apresenta sucessor de C4 Lounge e C4 Pallas: o C4 X

Desde que o Citroën C4 existe, sempre houve um sedã derivado dele e mesmo tendo se transformado em um SUV, essa opção existe
Citroën C4 X [divulgação]
Citroën C4 X [divulgação]

Desde que os modelos médios da Citroën passaram a ser representados pelo C4, o modelo sempre foi acompanhado de uma versão sedã desenvolvida na China e nunca vendida na Europa. Foi assim com C4 Pallas, depois C4 Lounge, ambos oferecidos no Brasil. Contudo, agora o Citroën C4 X fará o papel de SUV sedã dentro da linha e na Europa (Brasil é dúvida).

A mistura parece um tanto quanto exótica (e é), mas é a aposta da Citroën descrita como uma “acessível, responsável e elegante alternativa para as massas de hatches e SUVs oferecidos por aí”. Ele tenta se vender como um SUV cupê, ainda que o próprio Citroën C4 seja isso, mas é claramente um sedã aventureiro.

A traseira tem o terceiro volume acompanhando a inclinação do vidro traseiro para dar um ar bem cupê ao modelo. Já as lanternas espichadas tem um ar bem semelhante ao do novo C3 brasileiro. O nome Citroën vem estampado na tampa traseira tal qual acontecia no C4 Lounge – mas dessa vez nada de vidro traseiro côncavo. De resto, tudo igual ao C4 normal.

Citroën C4 X [divulgação]
Citroën C4 X [divulgação]

Base de 208

Em relação ao modelo padrão, o Citroën C4 X é 26 cm mais longo, chegando a 4,60 m de comprimento. O entre-eixos foi mantido, assim como as portas traseiras. Ou seja, o que muda é da coluna C para trás. Apesar de ter um jeito bem semelhante ao belíssimo Peugeot 408 europeu, o C4 X usa base de Peugeot 208.

Como o foco da Citroën é custo mais baixo que o da Peugeot, o C4 X usa plataforma CMP para modelos compactos, mas esticada até seu limite. A base EMP2 implicaria na não oferta de uma versão 100% elétrica nesse momento, além de custos de produção maiores, o que prejudicaria a abordagem acessível do modelo.

Citroën C4 X [divulgação]
Citroën C4 X [divulgação]
É por isso até que ele usa os mesmos motores do Peugeot 208 na Europa. As versões a combustão, que não serão vendidas na Alemanha, França, Itália e Espanha, usam motor 1.2 PureTech três cilindros turbo em versão de 100 cv e 120 cv. Já o elétrico ë-C4 X usa motor de 136 cv e 26,5 kgfm igual ao Peugeot e-208 GT vendido no Brasil. Autonomia é de 360 km.

>>Citroën C5 Aircross é registrado no Brasil, mas não é o híbrido

>>Menor SUV do mundo? Citroën realmente lançou o Ami Buggy

>>Citroën abrirá 32 novas concessionárias só por causa do novo C3 2023

Sobre o autor

João Brigato

2 Comentários

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva