Destaque Novidades

T-Cross 200 TSI ou Nivus Highline: quem entrega mais?

Comparando equipamentos e ficha técnica, qual dos dois SUVs da Volkswagen entrega mais por quase R$ 100 mil?
Nivus T-Cross
Volkswagen T-Cross 200 TSI e Nivus Highline [divulgação]

Na cabeça do consumidor e nas concessionárias a Volkswagen vai criar uma grande dúvida: vale mais a pena levar o Nivus topo de linha ou o T-Cross de entrada? Para ajudar nessa escolha, comparamos a ficha técnica dos dois modelos para entender melhor onde cada um se encaixa.

O comparativo mais justo entre as fichas técnicas é feito entre a versão topo de linha do Nivus, a Highline, que custa R$ 98.290 contra o T-Cross de entrada, o 200 TSI automático de R$ 99.090. Tanto o T-Cross quanto o Nivus possuem versões mais baratas, porém o modelo maior em sua versão verdadeiramente de entrada traz câmbio manual.

Nesse caso, a vantagem para o Nivus seria muito grande, por isso foi necessário balizar os conjuntos mecânicos. Ambos trazem motor 1.0 TSI três cilindros de 128 cv e 20,4 kgfm de torque atrelado a uma transmissão automática de seis marchas.

Volkswagen Nivus
Volkswagen Nivus [divulgação]
Medidas

A Volkswagen afirma que Nivus e T-Cross são feitos para públicos bem diferentes. O SUV cupê é para quem está migrando de um hatch, não precisa de tanto espaço interno (apesar de seu porta-malas ser maior) e privilegia a dirigibilidade. Já o T-Cross tem condução de SUV, espaço interno mais generoso e visualmente parece maior.

Com seus 4,26 m de comprimento, o Nivus é 7 cm mais longo que o T-Cross que entrega 4,19 m nessa medida. A altura de 1,49 m é 8 cm menor que a do T-Cross. O T-Cross tem plataforma MQB alongada, o que faz com que ele tenha entre-eixos de 2,65 m, garantindo maior espaço para as pernas dos passageiros traseiros. Já o Nivus tem 2,56 m de entre-eixos.

Dentro da família Polo, o porta-malas do Nivus é menor somente que o do Virtus, que é um sedã. Ele carrega 415 litros enquanto o T-Cross leva 373 litros. No caso do T-Cross, o espaço pode chegar a 420 litros com os bancos traseiros em diferente layout de inclinação, que tira o conforto dos passageiros.

Equipamentos

Aqui a comparação fica um pouco injusta, já que é entre o modelo topo de linha (Nivus Highline) contra uma versão de entrada (T-Cross 200 TSI). O Nivus traz a mais que o T-Cross de entrada o painel de instrumentos totalmente digital, faróis full-LED e piloto automático adaptativo (indisponível até no T-Cross Highline).

Volkswagen T-Cross

Há ainda como vantagem para o Nivus as rodas de liga-leve de 17 polegadas, sensor de chuva e farol, ar-condicionado digital, sensor de estacionamento dianteiro, frenagem autônoma de emergência, volante e bancos revestidos de couro e partida sem chave.

Em comum aos dois modelos está a nova central multimídia VW Play de 10,2 polegadas com acesso a internet e diversos aplicativos conectados. Eles também tem seis airbags, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e trocas de marcha no volante como itens de série compartilhados.

>>VW T-Cross 2021 ganha itens do Nivus e câmbio manual continua

>>VW T-Cross lidera carros mais vendidos de julho e deixa Onix para trás

>>Volkswagen Nivus é o SUV mais barato da categoria para consertar

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar