Mercado Novidades

Toyota Frontlander é versão alternativa e modificada do Corolla Cross

Apesar do nome inédito, o Toyota Frontlander não é um novo SUV, mas sim uma variante do Corolla Cross
Corolla Cross
Toyota Frontlander [divulgação]

Nascido para países emergentes, o Toyota Corolla Cross está ganhando o mundo. Além de ser vendido no Brasil, EUA, diversos países do sudeste asiático e, mais recentemente, Japão, ele agora faz as malas para a China. Por lá, o SUV médio será vendido em sua variante internacional, mas também como Toyota Frontlander.

Assim como acontece com a Volkswagen na China, a Toyota possui duas sócias. A FAW Toyota vende por lá os mesmos modelos que são encontrados em outras partes do mundo. Já a GAC Toyota produz versões alternativas dos carros da marca japonesa. É o caso do Levin, que é um Corolla com outra cara, ou do Wildlander, que é o RAV4.

A ideia do Frontlander é a mesma. O modelo será vendido ao lado do Corolla Cross, mas usa o visual da versão japonesa para se diferenciar. Em relação ao modelo oferecido no Brasil, o novo SUV chinês recebe dianteira modificada. A grade frontal é parcialmente fechada, deixando a abertura de ar principal para a parte inferior do para-choque.

Os faróis full-LED ganham nova assinatura visual e parte interna com desenho mais agressivo. Na traseira, a disposição de luzes muda levemente, enquanto o para-choque ganha novos contornos. A Toyota não revelou o interior do Frontlander, mas ele deve ser idêntico ao do Corolla Cross.

E os motores?

Lá na China a dupla será vendida com motor 1.8 quatro cilindros a gasolina com sistema híbrido. É o mesmo conjunto usado no Brasil e que rende 122 cv, mas lá não haverá conversão para flex como acontece por aqui. A transmissão será do tipo CVT sem marchas simuladas.

Toyota Frontlander [divulgação]
Toyota Frontlander [divulgação]
Poderá haver também uma outra versão a combustão, mas dificilmente com o mesmo 2.0 oferecido aqui no Brasil. Lá fora o Corolla sedã conta com versões 1.5 e 1.6, que podem vir a ser usadas nos dois SUVs chineses.

>>Como a Toyota fez Corolla e Corolla Cross conviverem sem canibalização

>>Toyota mata Yaris na Índia e modelo não deve durar muito no Brasil

>>Tundra é resposta japonesa à RAM 1500 sem influências da Toyota Hilux

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar