Avaliação Destaque Novidades

Confira como anda o Toyota RAV4

Modelo apela para o consumo eficiente e bom pacote de itens, porém, preço é (bastante) salgado
Toyota RAV4 (Auto+)

O visual perdeu em exclusividade, mas é fato que a quinta geração do Toyota RAV4 ganhou pontos com a clientela em vários quesitos. O principal deles é o consumo de combustível, que mal baixa o ponteiro do marcador de combustível. Mas o SUV híbrido tem concorrência pesada, o que torna a conta mais difícil de fechar, afinal, após seu segundo reajuste em 2020, o RAV4 já começa custando R$ 217.990 – nada menos que R$ 24 mil a mais que antes.

O modelo híbrido, lançado no primeiro semestre de 2019 (mais precisamente, na segunda metade de maio) é um dos SUVs médios mais tecnológicos à venda no Brasil. E no consumo é, sim, capaz de deixar muito compacto 1.0 para trás.

Toyota RAV4
Toyota RAV4 (Auto+)

Prova disso é que o Toyota RAV4 é equipado com um motor 2.5 a gasolina, com injeção direta e indireta e 178 cv, mas tem a companhia de outros três motores elétricos. Dois na dianteira, um em cada roda, e outro que atua direto no eixo traseiro. Juntos, garantem a potência combinada de 222 cv.

Um dos macetes para economizar combustível é não abusar do pedal do acelerador, claro. Porém, quem ajuda muito a bordo do Toyota RAV4 é o tradicional sistema que aproveita a energia gerada nas desacelerações e frenagens para recarregar a bateria. O SUV japonês tem ainda quatro modos de condução: Normal, Sport, EV e Eco. Esse último, justamente, com foco na economia de combustível.

Toyota RAV4
Toyota RAV4 (Auto+)

De acordo com o Inmetro, o SUV, que tem câmbio CVT e tração integral de série, consome 14,3 km/l, na cidade, e 12,8 km/l, na estrada.

Design
Embora tenha embarcado nas linhas da maioria dos SUVs e deixado sua personalidade visual para trás, a quinta geração do SUV ficou mais imponente, com grade frontal destacada, faróis com luzes diurnas de LED e linhas laterais que deixam as caixas de rodas com formas quadradas mais evidentes. Na parte traseira, as lanternas são ligadas por uma régua.

Além de ter boa posição de dirigir – facilmente ajustável por meio de controles elétricos do assento -, um dos principais diferenciais do RAV4 é o porta-malas que abre apenas com o movimento dos pés (passando-o sob o para-choque traseiro). Tem também bancos com ventilação e um bom pacote com foco na segurança, que traz recursos como alerta de colisão frontal com frenagem automática, alerta de saída de faixa, controlador de velocidade adaptativo e farol alto automático.

Toyota RAV4
Toyota RAV4 (Auto+)

E como novidade da linha 2020, foi resolvido uma antiga questão: agora, o sistema multimídia é compatível com Apple CarPlay e Android Auto. Com consumo de combustível que mal baixa o ponteiro do marcador de combustível, o RAV4 Hybrid é boa opção para quem quer gastar pouco. Mas você pagaria R$ 239.990 pela versão topo de linha SX Connect Hybrid, como essa aqui, das fotos?

Veja mais:

>> RAV4 agora tem conectividade para smartphone

>> Cross: Toyota revela crossover baseado no Yaris

>> Volkswagen revela 1º teaser do novo Tiguan 2021

Sobre o autor

Avatar

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva