Curiosidades Destaque

Yaris: Toyota vende oito carros totalmente diferentes com o mesmo nome

Milagre da multiplicação ou aproveitamento de um nome? Ao redor do mundo, Toyota tem oito carros totalmente diferentes que se chamam Yaris
Toyota Yaris [divulgação]
Toyota Yaris [divulgação]

Quando um nome é forte no mercado, as marcas se aproveitam dele ao máximo. Vez ou outra acontece de dois carros totalmente diferentes terem o mesmo batismo, como acontece com os dois Chevrolet Trailblazer ou as três variantes do Volkswagen Polo. Mas e quando um mesmo nome dá origem a oito carros diferentes como é o caso do Toyota Yaris?

Nascido como um projeto global, o Yaris foi ganhando vertentes diferentes para cada região em que ele atua. Hoje é difícil especificar que geração ele está, afinal, são oito carros diferentes com o mesmo nome. Em comum a quase todos eles, está o fato de ser um hatch. Mas existem alguns Toyota Yaris com outra carroceria, como SUV e sedã.

Carro único

Lançado em 1999, o Yaris já começou sua carreira levemente dividido. Afinal, além desse nome, ele também era vendido como Vitz em alguns mercados. A primeira geração durou até 2005 e contava com uma versão minivan chamada Yaris Verso e um sedã feioso batizado de Echo.

Da esquerda para a direita: 1ª, 2ª, 3ª e 4ª gerações globais do Yaris [divulgação]
A segunda geração surgiu em 2005 e durou até 2016, convivendo por cinco anos com a terceira geração, revelada em 2011. Foi a partir daí que o nome Yaris começou a ser aplicado em outros carros.

Yaris no Yaris verso

Lançado em 2013, o Toyota Yaris (XP150) é um projeto de baixo custo voltado a mercados emergentes. Ele foi lançado originalmente na China e depois passou a ser comercializado também em Taiwan, sudeste da Ásia e Oriente Médio. Ele é maior que o modelo original e usa plataforma do Etios.

Ele foi reestilizado em 2016 e novamente o nome Toyota Yaris passaria a estampar a traseira de um sedã. Essa variante do modelo deu origem também ao Vios, que nada mais é que o compacto da Toyota com outro visual e um nome diferente. Na prática, ele é também um Yaris, mas não entra na conta por não usar o nome global.

Em 2015 surgiu a variante mais bizarra do compacto japonês. Oferecido no mercado norte-americano, o modelo nada mais é que um Mazda 2 rebatizado e com dianteira diferente. O modelo mantém mesmo interior e traseira do Mazda, porém com visual dianteiro mais agressivo e o nome Yaris estampado na traseira.

Com o fim das vendas do Yaris hatch nos EUA em 2019, a Toyota aproveitou o Mazda 2 hatch para produzir mais um tipo diferente de Yaris. Tal qual o sedã, a versão dois volumes tem frente totalmente modificada, lanternas levemente revistas, mas interior idêntico ao rival da Mazda.

Brasileiros na onda

Baseado no modelo de baixo custo XP150, mais uma variante do Toyota Yaris surgiu em 2017. Com estilo mais próximo ao do Corolla, o modelo foi apresentado na Tailândia com carroceria hatch e sedã. Ele passou a ser oferecido na África do Sul em 2018, mesmo ano em que chegou ao México e passou a ser produzido no Brasil.

Era a primeira vez na história em que o nome Yaris era usado pela Toyota no mercado brasileiro. O modelo por aqui é vendido nas carrocerias hatch e sedã, além da aventureira X-Way. Vale ressaltar que o hatch ainda tem câmbio manual somente na versão de entrada, enquanto o sedã é 100% automático.

Yaris (divulgação)

Evolução japonesa

As mais novas adições à família aconteceram em 2020. A quarta geração da versão global do Yaris foi apresentada na Europa e no Japão e chamou bastante atenção. Menor que o modelo brasileiro, ele tem visual invocado e bastante tecnologia. Mas o grande destaque vai para o GR Yaris.

Única versão com duas portas, o modelo esportivo é praticamente um homologação para o rally. Tem o motor três cilindros mais potente do mundo (1.6 de 260 cv e 36,7 kgfm de torque), câmbio manual de seis marchas e tração integral. É um verdadeiro foguetinho de bolso.

Yaris Cross, GR Yaris e Yaris [divulgação] Toyota
Yaris Cross, GR Yaris e Yaris [divulgação]
Já o último dos Yaris é o SUV Yaris Cross. Repetindo a fórmula do Corolla Cross, ele é totalmente baseado no hatch, mas traz carroceria mais alta, robusta, medidas mais generosas e não tem vergonha de compartilhar peças com o modelo original. Há rumores de que ele pode ser vendido no Brasil como SUV de entrada da Toyota.

>>Toyota Yaris Sedã será substituído por um Suzuki rebatizado

>>City e Yaris Sedã passam de R$ 100 mil em São Paulo

>>Primeiro Toyota 100% elétrico é um SUV que nem Toyota parece

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar