Mercado Novidades

Venda de importados tem alta de 10,8% em fevereiro

Volvo foi destaque no mês; Caoa Chery emplacou bem entre marcas com produção local
Volvo XC60 Inscription (divulgação)

A Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores) anunciou o balanço de vendas de veículos importados em fevereiro. Segundo a associação, o segundo mês do ano teve alta de 10,8% em relação a janeiro.

Quando o assunto são as unidades emplacadas, fevereiro teve o licenciamento de 2.668 veículos contra 2.407 modelos importados em janeiro. Quando comparamos fevereiro de 2020 ao mesmo período do ano passado, o aumento foi de 6,8%. Mas nem tudo são flores, já que a tendência é de redução nas vendas por conta da alta do dólar.

“Com a valorização da moeda norte-americana de 11,6%, somente no período de 2 de janeiro de 2020 ao dia de hoje, o setor de veículos importados esforçou-se ao máximo em manter os preços mais estáveis em reais. Por esse motivo, em fevereiro e no primeiro bimestre, obtivemos um resultado positivo. A permanecer essa escalada do dólar, porém, certamente nossos números de venda serão afetados seriamente para baixo nos próximos meses”, analisa José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.

Entre as importadas que mais venderam carros no país o destaque fica para a Volvo, que emplacou 651 unidades, seguida por Kia (599) e Land Rover (323). Já quando falamos das marcas associadas que também têm produção no Brasil, a Caoa Chery foi a líder em fevereiro com 1.649 veículos vendidos, com a BMW vindo em 2º lugar (649) e a Land Rover fechando o pódio (231).

Veja mais:

>> Volvo XC40 T5 híbrido de 262 cv é lançado no Brasil

>> Caoa Chery Tiggo 5X atualiza visual na linha 2021

>> Novo BMW Série 2 Gran Coupe chega no Brasil

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva