Mercado Novidades

Volkswagen começa exportar o T-Cross para o México

Meta é exportar até 6.000 unidades até o final do ano
Volkswagen T-Cross (divulgação)

Depois de chegar a mercados latino-americanos como Argentina e Colômbia, agora o Volkswagen T-Cross deve desembarcar no México. O SUV será fabricado na fábrica de São José dos Pinhais, e chegará as lojas mexicanas somente com o motor 1.6 MSI de 110 cv.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

As versões 1.0 e 1.4 TSI por hora ficarão restritas apenas ao mercado nacional. No mercado mexicano, a Volkswagen vai oferecer as versões Trendline, Comfortline e Highline com opção de câmbio manual ou automático de 6 velocidades.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

Segundo Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina, “O T-Cross é o primeiro SUV produzido pela Volkswagen no Brasil. Ele foi fabricado a partir de uma plataforma global com tecnologia de ponta e chegará ao México para fortalecer e ampliar ainda mais a presença da marca nesse importante mercado da América Latina. Até o fim do ano, nossa expectativa é embarcar para o México cerca de 6 mil unidades do modelo, que já começou a ser exportado para os principais mercados latino-americanos e, em 2020, chegará também à África, totalizando 50 países”.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

A meta é enviar cerca de 6.000 unidades do SUV até o final do ano para o México. Além do SUV, a Volkswagen exporta para o México outros modelos, como a picape Saveiro, o Gol e o sedã Virtus – que deve chegar à meta de 8.000 unidades exportadas até o final deste ano.

Veja mais:

>> Salão de Frankfurt: Volkswagen revela ID.3, o 1º elétrico de sua história

>> Volkswagen e-up! renovado tem autonomia de 260 km

>> Volkswagen Virtus chega às 100 mil unidades produzidas

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva