Destaque Novidades

Volkswagen Nivus entra em pré-venda nas próximas semanas

Não revelados, preços devem ficar entre R$ 80 mil e R$ 100 mil; revelado por completo, SUV-cupê tem motor 1.0 TSI e descarta câmbio manual
Volkswagen Nivus é totalmente revelado (divulgação)

A promessa da Volkswagen para 2020 não chegou a ser sugada pelo novo Coronavírus. Porém, foi afetada. Afinal, o que era para ser o maior evento da marca nos últimos anos, foi totalmente apresentado via live. Estamos falando do Nivus, o novo SUV cupê feito pelo time sul-americano da marca que terá pré-vendas iniciadas nas próximas semanas. Ao contrário das expectativas, nada de revelação dos preços oficiais.

A estimativa é de que o modelo custe entre R$ 80 mil e R$ 100 mil. A VW apenas sugeriu, entretanto, que o novato será posicionado entre o Polo (de quem herda plataforma) e o T-Cross.

Nivus tem iluminação em LED (divulgação)

O Volkswagen Nivus – feito na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) e, no ano que vem, na Espanha – tem seus predicados. Porém, como de praxe, compartilha vários componentes de outros modelos. O motor, mesmo, é o já conhecido 1.0 TSI (são três cilindros e 128 cv) atrelado apenas ao câmbio automático de seis velocidades. O voltante, vem do Golf europeu.

Por outro lado, visualmente, o modelo é todo novo. A começar pelo logotipo da marca, com bordas mais finas (como já é usado lá fora), passando pelas rodas de liga leve de 17 polegadas e chegando até a parte traseira, destacada pelo elemento horizontal que une as lanternas de LED, formando uma peça única. 

O modelo – revelado pela primeira vez, por inteiro – tem 4,26 metros de comprimento, 1,76 m de largura, 1,49 m de altura e 2,57 m de distância entre-eixos. Seu porta-malas tem 415 litros e abertura da tampa por um dos ‘botões virtuais’ do VW Play.

Porta-malas é aberto por botão virtual (divulgação)

SUV-cupê
Numa época em que várias fabricantes vêm virando seus holofotes para o mundo dos SUVs compactos (a Fiat, por exemplo, vai ter um derivado do Argo, e a Toyota, do Corolla), a VW, de fato, se antecipou. Como o brasileiro está cansado da fórmula ‘mais do mesmo’ com a qual o mercado vêm se comportando (longe do atrevimento visual), o Nivus pode, sim, dar certo. Afinal, tem algo diferente aí e por preços não tão exorbitantes como os SUVs-cupês de Audi, BMW e Mercedes-Benz, por exemplo.

Ainda não é possível saber a estratégia da marca sobre a inclusão de equipamentos, mas, o Nivus promete itens como partida do motor sem chave, seis air bags, controle eletrônico de estabilidade, auxílio de partida em rampas, câmera de ré, detector de fadiga, faróis de LED, controle de cruzeiro adaptativo e AEB (Autonomous Emergency Brake), recurso que, ao identificar o iminente risco de colisão frontal, freia o carro de maneira autônoma. Porém a central multimídia VW Play, é a grande promessa do modelo.

Tenologia
Feita no Brasil, a nova central multimídia VW Play tem tela touch screen de 10 polegadas (mesmo tamanho da tela do quadro de instrumentos) e foco em recursos de conectividade e serviços.

Dentre as novidades, tem loja virtual exclusiva para download de aplicativos, mas já vem com alguns instalados de fábrica, como Porto Seguro, Deezer e Waze. A central traz ainda manual cognitivo integrado, espelhamento para smartphones Android e Apple (este, sem fio) e até modo valet, que bloqueia acesso às informações pessoais do motorista e ao rádio.

VW Play (divulgação)

Assim como em alguns modelos premium, o Nivus pode avisar o motorista sobre a necessidade de agendamento de serviço e até agendar guincho e revisões. É, praticamente, um smartphone sobre rodas.

Na Argentina, o modelo chega às concessionárias no fim do segundo semestre. Em 2021, é a vez de os demais mercados sul-americanos receberem o Nivus – no primeiro semestre. Por fim, será lançado na Europa no segundo semestre do ano que vem.

Veja mais:

>> SUV cupê Nivus terá motor 1.0 TSI e vasta lista de equipamentos

>> VW revela interior do Nivus

>> VW confirma nome Nivus para SUV-cupê derivado do Polo

Sobre o autor

Vagner Aquino

Vagner Aquino

Comente

Clique aqui para comentar