Destaque Novidades

Volkswagen T-Cross feito no Brasil será exportado para a África

Além de abastecer o mercado sul-americano, o Volkswagen T-Cross produzido no Brasil será levado a outros continentes
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021 [divulgação]

Exportando carros para fora do Brasil há décadas, a Volkswagen mantém sua estratégia internacional com a introdução do T-Cross feito em São José dos Pinhais no mercado africano. A exportação começou hoje (18 de janeiro de 2021) para sete países da África.

A Volkswagen venderá o T-Cross em Costa do Marfim, Gabão, Gana, Líbia, Madagascar, Ruanda e Sudão. Inclusive em alguns desses locais, ele será o Volkswagen mais barato disponível. Todos esses países receberão o modelo produzido no Brasil nas versões Trendline (equivalente à 200 TSI), Comfortline e Highline.

Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021 [divulgação]
A Volkswagen não especificou quais serão os motores usados pelo SUV compacto nos países africanos que o receberão. Vale lembrar que aqui no Brasil ele usa o 1.0 TSI nas versões de entrada e o 1.4 TSI na Highline. Mas, para a Argentina, há também versões com o 1.6 MSI aspirado.

O que é certo é que o modelo terá variantes com câmbio manual ou transmissão automática, ambas com seis marchas. A Volks também afirmou que o T-Cross receberá poucas mudanças em calibrações e adaptações, tendo como maior modificação o manual de instrumentos e sistemas eletrônicos para a linguagem local.

Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021 [divulgação]
“A exportação para esse continente, o terceiro mais extenso do mundo com mais de 1,2 bilhão de habitantes, é uma grande oportunidade de conquistar novos mercados com um grande potencial de consumo. Fortalecemos também nossa posição de maior exportadora de automóveis do Brasil”, afirma Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina.”

Vale lembrar que em 2020, além de ter sido o SUV mais vendido do Brasil, o T-Cross teve 34 mil unidades exportadas. A Volks também comemora quase 70 mil unidades vendidas contabilizando as vendas no Brasil e na Argentina, atuais principais mercados para o SUV compacto produzido em São José dos Pinhais.

>>Polo 2022 se afastará do Gol com visual inspirado no Golf

>>Nivus terá versão Trendline manual produzida no Brasil

>>Gol é o segundo carro mais vendido de 2020, mas no atacado

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva