Curiosidades Novidades

Volkswagen Tacqua é o T-Cross chinês

SUV conta com novo nome e pequenas diferenças no visual
Volkswagen Tacqua (divulgação)

Você deve estar se perguntando o motivo do T-Cross ter ganhado outro nome na China, isso sem mudar radicalmente o visual.

A resposta é simples: o Tacqua é feito pela joint-venture da Volkswagen com a FAW-Volkswagen e estreia localmente com a missão de fazer companhia ao T-Cross já vendido por lá, que é feito através de uma outra joint-venture: da Volkswagen com a SAIC.

Volkswagen Tacqua (divulgação)

O Tacqua conta com um visual dianteiro levemente diferente do T-Cross vendido pela Volkswagen na China, com destaque para a grade dianteira que ganha frisos cromados horizontais, e o novo logo da marca. As rodas de liga leve também são diferentes, e a versão esportiva R-Line conta com novos para-choques.

Volkswagen Tacqua R-Line (divulgação)

No quesito tamanho, o Tacqua e o T-Cross vendido por aqui compartilham o mesmo entre-eixos de 2,65 m herdado do sedã Virtus. No demais, tanto o T-Cross europeu quanto o chinês Taqua contam com opções de motores iguais. A única diferença fica por conta do motor 1.5 aspirado de 113 cv que equipa as versões de entrada do SUV chinês.

Volkswagen Tacqua (divulgação)

Já no interior, o Volkswagen Tacqua conta com um acabamento mais sóbrio, se comparado com as opções de cores disponíveis do T-Cross europeu e brasileiro. Na China, o Tacqua será vendido nas versões Trendline, Comfortline, Highline e R-Line, com preços começando em 114.900 yuans – cerca de R$ 67 mil numa conversão simples.

Volkswagen Tacqua R-Line (divulgação)

Veja mais:

>> Volkswagen T-Cross Sense: versão PCD chega por R$ 57.630

>> Volkswagen T-Cross tem recall por problema no eixo traseiro

>> Volkswagen começa exportar o T-Cross para o México

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva