Destaque Novidades

Volkswagen Tharu será vendido no país em 2020 como Tarek

Novo rival do Jeep Compass, chegará em 2020 e virá importado da Argentina
Foto (divulgação)

A Volkswagen apresentou recentemente no Salão do Automóvel de São Paulo seu novo SUV compacto o T-Cross, modelo baseado no Polo e Virtus, que tem previsão de vendas já para o primeiro semestre de 2019. Mas se você acha que a marca vai parar por aí, saiba que ela ainda tem outros planos para o mercado nacional.

Foto (divulgação)

A Volkswagen planeja vender por aqui o recém lançado Tharu, que foi apresentado no Salão do Automóvel de Guangzhou, e que por lá tem a missão de substituir o Tiguan de primeira geração que ainda é vendido, e competir com o Jeep Compass. Por aqui o modelo terá a missão de concorrer com o Jeep Compass, mas o nosso virá importado da Argentina, mais precisamente da fábrica de General Pacheco, que atualmente produz a SpaceFox — modelo que deve sair de linha em breve.

Foto (divulgação)

O novo SUV, tem dimensões generosas para conquistar o público nacional, com 4.45 metros de comprimento, 1.84 metros de largura, 1.63 metros de altura e espaçosos 2.68 metros de entre eixos. O porta malas tem 445 litros de capacidade e os bancos traseiros podem ser rebatidos e o tamanho do porta malas pode chegar até 1.542 litros.

Foto (divulgação)

Fora esses números, o novo SUV ainda contará com duas opções de motor, sendo a de entrada o conhecido 1.4 litro TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm de torque acoplado com o câmbio automático de 6 velocidades, enquanto que a versão mais cara virá com o motor 2.0 litros TSI com 186 cavalos de potência e 32,6kgfm de torque, com câmbio automático DSG de dupla embreagem e 7 velocidades e tração integral.

Foto (divulgação)

No quesito visual, o modelo tem linhas robustas que lembram um pouco o Volkswagen Atlas/Terramont – nos faróis principalmente – e linhas já consagradas pelos SUVs da marca como o T-Roc, Tiguan e agora o T-Cross. O interior tem bons materiais, e acabamento mais caprichado para fisgar clientes do Compass. O pacote de itens de série também fará jus ao seu preço, fazendo jus ao seu preço.

Foto (divulgação)

Por aqui o modelo deve se chamar Tarek, e deverá vir da planta argentina. Para que seja feita a modernização da planta, a Volkswagen está investindo US$ 650 milhões de dólares para trocar o maquinário e atualizar o ferramental. O modelo deve chegar aqui por volta de 2020, com preços semelhantes ao do Jeep Compass.

Veja mais:

>>Volkswagen resgata sigla GTS em conceitos no Salão

>>Volkswagen revela a picape Tarok, derivada do Suv T-Cross

>>Linha 2019: mais itens para VW Up!, Polo, Virtus, Saveiro e Spacefox

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva