Destaque Novidades

Voltswagen: brincadeira de 1º de abril pega mal e haverá consequência

Volkswagen havia anunciado mudança de nome para Voltswagen nos EUA, mas não passava de uma brincadeira de primeiro de abril
Voltswagen [divulgação]
Voltswagen [divulgação]

Quando primeiro de abril chega, as fabricantes automotivas adoram pregar peças. São anunciados modelos absurdos e diversas ideias sem pé nem cabeça são divulgadas como parte da brincadeira. Mas sempre na data festiva, não antes. Só que às vezes as coisas vão longe demais, como o caso da Volkswagen. Ou Voltswagen.

Nos EUA, a marca trocou toda sua comunicação e site para Voltswagen. Anunciou em um sério comunicado toda estratégia por trás da alteração de nomenclatura. Tudo com o objetivo de promover a eletrificação. A imprensa levou à sério, assim como o público. O que a Volkswagen não esperava era a péssima repercussão disso.

Poucas horas depois que a notícia se espalhou por toda mídia internacional, o Wall Street Journal acabou com a graça. Na verdade, tudo não passava de uma piada de primeiro de abril. Rapidamente um porta-voz da filial de Wolfsburg tratou de deixar claro que aquilo era apenas uma brincadeira da divisão norte-americana da Volkswagen.

Volkswagen ID.4 [divulgação]
Volkswagen ID.4 [divulgação]

Deu ruim?

A consequência da ação não foi das melhores. Diversos veículos de mídia criticaram a Volkswagen, assim como o público. Nos EUA e Europa, principalmente, foi lembrado o caso do Dieselgate como uma outra mentira que a marca contou. Aqui no Brasil, foi ressaltado o fato de que a própria montadora criou uma fakenew, problema constantemente enfrentado no país.

Segundo a AP News, a consequência da brincadeira ter ido longe demais pode afetar diretamente o valor de mercado da Volkswagen. Após o anúncio, as ações da marca tiveram alta de quase 5%. O mercado viu com bons olhos o forte investimento da Volks em carros elétricos.

Volkswagen ID.4 [divulgação]
Volkswagen ID.4 [divulgação]
Erik Gordon, professor de direito e negócios da Universidade de Michigan, relata que a brincadeira pode custar caro. Se a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA entender que a Volkswagen usou da brincadeira para elevar suas ações, a montadora pode pagar multas milionárias.

>>Sucessora da Kombi terá toque de Volkswagen Taos na nova geração

>>Volkswagen Amarok 2022, baseada na Ford Ranger, ganha novo teaser

>>VW Nivus terá versão R-Line, grade de Taos e novo nome na Europa

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar