Destaque Novidades

VW Atlas Cross Sport GT seria o Lamborghini Urus da classe média?

Conceito da Volkswagen mostra uma abordagem ainda mais esportiva do Atlas Cross Sport, que já é o Atlas esportivo
Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]
Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]

Dentro do grupo Volkswagen existem diversos modelos que são equivalentes. O Audi RS e-tron GT é a versão três argolas do Porsche Taycan. Já o Volkswagen Touareg sempre foi o primo menos rico do Porsche Cayenne. Mas e esse conceito Atlas Cross Sport GT da Volkswagen: seria ele o Lamborghini Urus da classe média?

O modelo especial criado pela Volkswagen é baseado no Atlas Cross Sport, versão cupê do SUV grande Atlas. O modelo é destinado ao mercado norte-americano, mas é também vendido na China – onde é chamado Teramont (ou Teramont X na versão cupê).

Em relação ao modelo padrão, o GT recebe suspensão mais baixa e rodas de liga-leve ABT Sport HR Aerowheels de 22 polegadas com pintura preta e azul. A parte interna combina com a carroceria Azul Kingfisher pintada a mão – o tom é exclusivo de alguns modelos da Volkswagen Europa.

Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]
Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]
Há ainda partes cromadas substituídas por acabamento preto brilhante, como na grade frontal, emblema lateral e detalhes nos para-choques. Pinças de freio Tarox com oito pistões foram incluídas para melhorar a performance do Volkswagen Atlas.

O Cross Sport GT traz ainda interior com detalhes em Azul Esvogelbau. O tom é encontrado nos cintos de segurança, tecidos das portas e dos bancos, além das costuras em volante e manopla de câmbio. Por falar na transmissão, ela recebe uma manopla nova inspirada nos Gol GTI clássicos.

Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]
Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]

Recaro e turbo: Gol GTI?

Há ainda bancos concha individuais na traseira, seguindo o mesmo padrão da dianteira. Eles mesclam couro com Alcântara e são assinados pela Recaro. Um console entre os bancos traseiros imita o desenho da peça usada na dianteira.

Para não dizer que o Atlas Cross Sport GT ficou só na aparência, ele recebeu uma nova turbina IS38 e um radiador adicional. Com isso, o motor 2.0 TSI quatro cilindros turbo passou a entregar 300 cv. Ele é controlado por uma transmissão automatizada de dupla embreagem DSG com sete marchas. Há também tração nas quatro rodas 4MOTION.

Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]
Volkswagen Atlas Cross Sport GT [divulgação]

>>Primeiro Volkswagen elétrico produzido no Brasil é um caminhão

>>Efeito VW: será que os carros da Opel ficaram parecidos demais?

>>Nova geração do Lamando é diferente de todos os outros Volkswagen

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva