Destaque Novidades

VW T-Cross 2021 ganha itens do Nivus e câmbio manual continua

Com a chegada do Nivus era questão de tempo até que o T-Cross passasse por mudanças para se adequar ao irmão
Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021 [divulgação]

Depois de assumir a liderança no mercado nacional, desbancando o Chevrolet Onix, o Volkswagen T-Cross estreia a linha 2021. Graças ao Nivus, o T-Cross 2021 ganhou equipamentos, mas curiosamente manteve a versão com câmbio manual – variante que não é encontrada em seu irmão mais barato.

Posicionado acima do Nivus no portfólio de SUVs da Volkswagen, o T-Cross 2021 pegou emprestado do irmão menor alguns de seus equipamentos para se equiparar ao SUV cupê. Agora o T-Cross traz central multimídia VW Play que traz Android Auto e Apple CarPlay (sendo esse último com conexão sem fio).

Novos equipamentos para todas as versões

A central multimídia ainda pode se conectar com a internet do seu celular ou da sua casa para fazer atualizações, baixar aplicativos diferenciados, entre outras funções. Ela passa a ser de série em todas as versões, desde o modelo de entrada 200 TSI até o topo de linha Highline.

Com a mudança feita pela central multimídia do T-Cross 2021, o suporte para celular no painel foi removido, assim como alguns botões do console central. Outro equipamento que passa a ser de série para todas as versões é o controle eletrônico de estabilidade, o ESP.

A versão de entrada 200 TSI ganhou indicador de pressão dos pneus e sistema de frenagem automática pós-colisão. Já o T-Cross Comfortline traz como novos itens de série roda de 17 com parte interna preta e detector de fadiga. Como opcionais para a versão Comfortline estão disponíveis o teto solar panorâmico, espelho retrovisor interno eletrocrômico e bancos revestidos em couro.

Ao contrário do esperado, o T-Cross Highline não recebeu o piloto automático adaptativo presente no Nivus Highline. Contudo, a versão topo de linha mantém o teto solar como item opcional, assim como sistema som premium Beats com subwoofer , além dos faróis Full LED com iluminação diurna (DRL) em LED também integrada. Como opcional também há Park Assist 3.0 (assistente de estacionamento), que permite o estacionamento autônomo em vagas paralelas e transversais – e agora com a função de freio de manobra.

Preços T-Cross 2021

200 TSI Manual – R$ 91.660
200 TSI Automático – R$ 99.090
Comfortline – R$ 112.120
Highline – R$ 120.600

A versão de entrada 200 TSI manual fico R$ 2.870 mais caro, enquanto a mesma variante com câmbio automático subiu R$ 2.500 e encosta nos R$ 100 mil. O T-Cross Comfortline encareceu R$ 1.860 na linha 2021, enquanto a versão Highline subiu R$ 1.910.

Mudança na gama de cores

A gama de cores também foi alterada com a remoção da cor Laranja Energetic do portfólio. Continuam lá os tons Bronze Namibia, Azul Norway, Cinza Platinum, Prata Sargas, Vermelho Crimson, Branco Puro e Preto Ninja.

Na versão Highline há pintura bicolor com teto e retrovisores em preto nas cores Branco, Prata, Cinza e Bronze, enquanto o T-Cross 2021 preto tem teto e retrovisores em cinza.

Motores e transmissões

O Volkswagen T-Cross continua a ser equipado com motor 1.0 TSI três cilindros turbo de 128 cv e 16,2 kgfm de torque nas versões 200 TSI e Comfortline. Já a versão Highline entrega 150 cv e 25,5 kgfm de torque graças ao motor 1.4 TSI.

O câmbio é automático de seis marchas em todas as versões, mas há uma variante manual, a 200 TSI de entrada, também com seis marchas. Surpreendentemente o T-Cross é um modelo mais caro e com proposta menos esportiva que o Nivus e é justamente ele o único SUV da Volkswagen com pedal de embreagem.

>>Volkswagen Nivus é o SUV mais barato da categoria para consertar

>>Volkswagen Nivus chega em duas versões com preços a partir de R$ 85.890

>>VW T-Cross lidera carros mais vendidos de julho e deixa Onix para trás

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar