Curiosidades Destaque

ZAZ: a estranha marca que faz velhos Chevrolet, Daewoo e Chery até hoje

A ucraniana ZAZ é uma das mais antigas montadoras automotivas do mundo e só fabrica carros descartados por Chevrolet, Daewoo e Chery
ZAZ Lanos [divulgação] Chevrolet
ZAZ Lanos [divulgação]

Talvez a mais famosa fabricante de automóveis do lado soviético do planeta seja a Lada, que já teve atuação no Brasil. Contudo, existem também outros casos bastante curiosos como o da ZAZ: a ucraniana que fabrica até hoje carros velhos da Chevrolet, Chery e até da falecida Daewoo.

Tudo começou em 1923, quando o alemão Abraham J. Koop abriu uma fábrica de máquinas agrícolas. Ela foi nacionalizada pouco tempo depois e já em 1929 produzia 24 tipos diferentes de maquinários pesados para fazendas.

ZAZ 695 [divulgação] Chevrolet
ZAZ 695 [divulgação]
A migração da ZAZ para o mercado automotivo se deu inicio em 1956 após a descontinuação do Moskvitch 401, um dos primeiros carros soviéticos da história. A ZAZ queria se transformar na Volkswagen da Ucrânia, oferecendo carros baratos e robustos para o povo.

Contudo, ao invés de tomar como base o Fusca, os ucranianos se inspiraram no Fiat 600. O primeiro protótipo chamado de MZMA 444 surgiu em 1957 e tinha motor dois cilindros que apresentou tantos problemas que a ZAZ simplesmente desistiu e passou a usar o motor de Fusca.

ZAZ 695 [divulgação]
ZAZ 695 [divulgação]
O primeiro carro da marca só foi lançado em 1959, o ZAZ-965 Zaporozhets. Ele era evidentemente inspirado no Fiat 600, mas era um pouco mais longo por conta da traseira estilo sedã e usava motores V4 0.7 e 0.8 com menos de 25 cv nos dois casos. Apesar de antiquado, tinha suspensão independente nas quatro rodas e portas dianteiras com abertura invertida.

A produção seguiu até 1966 quando a segunda geração foi lançada. Batizado de 966, o modelo incorporava perfil de sedã tradicional e trazia motor 1.2 V4 montado na traseira. Ele foi fabricado até 1994 praticamente sem mudanças, quanto foi substituído pelo Tavria, que só saiu de linha em 2010.

ZAZ Lanos hatch [divulgação] Chevrolet
ZAZ Lanos hatch [divulgação]

Caminhos cruzados

Só que a ZAZ só começou verdadeiramente a crescer quando se juntou a outras montadoras. A primeira delas foi a Daewoo em 1998. A sul-coreana e a ucraniana assinando acordo para produção dos então recém-lançados Lanos, Nubira e Leganza em território nacional.

Os carros eram enviados desmontados para a Ucrânia e a ZAZ fazia a montagem final. Com a falência da Daewoo em 2001, ela adquiriu todo ferramental para manter a produção do Lanos, que só passou a ser 100% ucraniano em 2004.

ZAZ Lanos Furgão [divulgação]
ZAZ Lanos Furgão [divulgação]
Ele segue em produção até hoje sem grandes alterações. O mais interessante é que o Lanos ganhou versões picape e furgão por lá – variantes nunca disponibilizadas na Coreia ou no Brasil. Além disso também é chamado de Sens e Chance.

Pouco tempo depois, em 2006, foi a vez da Chery entrar na jogada. A ZAZ assinou acordo com a montadora chinesa, mas que só obteve frutos em 2011 quando o Celer Sedã passou a ser produzido por lá. Rebatizado como ZAZ Forza, ele tem visual antiquado de um modelo que a própria Chery já abandonou.

ZAZ Forza [divulgação]
ZAZ Forza [divulgação]
Por fim, o mais recente (ou seria menos velho) carro fabricado pela ZAZ é o Chevrolet Aveo de primeira geração, chamado de ZAZ Vida. Ele começou a ser feito em 2011 junto do Chery Celer e é igualmente um carro já abandonado há anos por sua própria montadora. Ironicamente o Aveo também é feito na Rússia pela Ravon.

ZAZ Vida [divulgação] Chevrolet Aveo
ZAZ Vida [divulgação]

>>Lada Niva ganha versão Black por R$ 47 mil

>>Cobalt é o carro mais vendido do Uzbequistão e Tiggo 2 da Tunísia

>>O Fiat que virou Daewoo e Chevrolet para depois ser copiado pela Chery

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar